Com a difícil missão de reabilitar o Atlético Mineiro no Campeonato Brasileiro, o técnico Dorival Júnior fez experiências com o time que vai enfrentar o Vasco a partir das 16 horas deste domingo, no estádio João Lamego, em Ipatinga (MG), pela 11.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com 11 pontos, a equipe conseguiu apenas três vitórias na competição e tem a terceira defesa mais vazada, atrás apenas de Avaí e América-MG, ambos lutando para deixar a zona de rebaixamento.

Para tentar melhorar o desempenho, o treinador investiu em treinos ofensivos e fez testes com Mancini no lugar de Daniel Carvalho e Renan Oliveira na vaga de Caio. Os dois que foram substituídos nos últimos treinos atuaram como titulares na derrota para o Santos no último dia 16. Dorival aprovou as mudanças nos treinamento, mas assumiu que ainda tem dúvidas sobre a formação do grupo que iniciará o confronto.

Para o volante Serginho, independentemente de quem estiver em campo, o time precisa de calma durante a partida. “Acho que a equipe que sair na loucura para tentar resultado vai tomar goleada. A gente tem que manter uma postura dentro de campo e ditar o ritmo a nosso favor. O jogo tem que ser bem estudado”, avaliou.

Já Dorival Júnior pediu paciência à torcida e usou o rival deste domingo, já treinado por ele, como exemplo de resultado de um trabalho constante. “Fico contente de ver um trabalho iniciado lá atrás dando resultados. Nem sempre os resultados acontecem do dia para a noite, nem no ano seguinte”, afirmou, referindo-se ao Vasco, atualmente na 6.ª posição no Brasileirão.