No início da tarde de ontem, o zagueiro Bruno Costa foi julgado no STJD – devido a expulsão sofrida no jogo de volta da Copa do Brasil, contra o Palmeiras. O jogador foi absolvido e garantiu sua participação na estreia do Atlético no Campeonato Brasileiro, amanhã, em São Paulo.

Já o também zagueiro Manoel não teve a mesma sorte. O pedido de efeito suspensivo foi indeferido pelo auditor Flávio Zveiter, do pleno do STJD, e o jogador vai ter que cumprir os quatro jogos de suspensão determinados pela 3.ª comissão disciplinar.

A pena foi em razão da cabeçada e do pisão que o defensor atleticano acertou em Danilo, do Palmeiras, durante uma seqüência de ofensas trocadas entre os jogadores na partida realizada no Palestra Itália, em São Paulo.

Além da partida contra o Corinthians, Manoel também não enfrentará Guarani e o Atlético-MG e Atlético-GO. A punição poderá ser diminuída no julgamento da ação no pleno do STJD, que ainda não tem data marcada para acontecer.

Com a ausência de Manoel, o trio de zagueiros do Furacão será formado por Rhodolfo, na direita, Leandro como líbero e Bruno Costa na esquerda. Leandro fará sua estreia no Atlético e também na Série A do Brasileirão.

“Os campeonatos que disputei anteriormente eram mais pegados. Na Série A é mais toque de bola. Espero pegar uma boa experiência e ajudar o Atlético a conquistar uma boa posição no campeonato e, quem sabe, vaga à Libertadores”, afirmou.

A contratação de Leandro foi uma indicação do treinador, já que ambos trabalharam juntos no J. Malucelli. “É um zagueiro que atua nas três posições atrás. No lado direito, no esquerdo e como líbero. Ele já tem experiência de Série B, quando atuou pelo Paraná Clube, e este ano se saiu bem contra o Vasco pela Copa do Brasil. É um jogador de minha confiança e com certeza vai nos ajudar” analisou Leandro Niehues.