Mais uma vez o Atlético mostrou todas suas deficiências e acabou sendo surpreendido e perdeu por 4 a 3 para o Chivas em plena Arena da Baixada. Com o resultado, o rubro-negro deu adeus a Copa Sul-Americana. A derrota foi a primeira do técnico Geninho na sua volta ao comando técnico do Atlético. A torcida protestou muito contra os jogadores ao término da partida. Ao rubro-negro resta agora se focar no Brasileirão e se preparar para o jogo contra o Santos, sábado (4), na Vila Belmiro.

O Atlético começou marcando a saída de bola, o que dificultou para os mexicanos. Aos quatro minutos, Ferreira fez grande jogada individual e cruzou para Pedro Oldoni cabecear em cima do goleiro. O Atlético continuou se impondo e chegou com perigo aos 14 novamente. Em bonita troca de passes, Rafael Moura recebeu, girou e bateu perto do gol de Hernandez.

A partir daí, o Furacão passou a administrar o jogo e alguns jogadores estavam fora do ritmo dos demais. Pela direita, Rodriguinho não apoiou uma vez sequer. Alan Bahia marcava muito mal e errava passes em demasia. Na frente, Pedro Oldoni não conseguia dar seqüência a nenhuma jogada. Diante da passividade rubro-negra, o Chivas se aproveitou. Aos 42, falha de posicionamento grotesca da zaga do Atlético e Pineda, livre, cabeceou inapelavelmente para o goleiro Vinícius: 1 a 0 Chivas.

Segundo Tempo

Logo aos 4 minutos uma ducha de água fria. Báez se aproveitou de desatenção da zaga e fez o segundo do Chivas. Aos 12, Netinho cobrou falta e Rafael Moura, com estilo fez o primeiro do Atlético.

O Furacão foi com tudo pra cima e deixou um buraco na sua defesa. O Chivas se aproveitou e marcou mais dois gols. Aos 17, em uma bola esticada, Danilo perdeu na corrida para Arelano que, com um toque sutil, encobriu o goleiro Vinícius. Aos 20, Santana bateu falta com perfeição e marcou o quarto dos mexicanos.

A torcida perdeu a paciência com o time e começou a vaiar. Aos 23, Kelly fez de cabeça o segundo do Atlético, que foi pra pressão em cima do Chivas. Dez minutos depois, Rafael Moura, o melhor do rubro-negro no jogo, fez um belo gol. Nos últimos minutos o Furacão armou uma blitz, mas não conseguiu pelo menos empatar a partida. Final na Arena: Atlético 3, Chivas 4.