Na estreia de Leandro Niheues, o Atlético enfrentou o Iraty, na tarde de hoje, fora de casa, e perdeu por 1 a 0. Com o resultado, Furacão segue com 22 pontos e dá adeus ao supermando, que fica com o Coritiba. Próximo compromisso do rubro negro será na quarta-feira contra o Sampaio Corrêa, pela Copa do Brasil. Pelo Estadual, Atlético encerra sua participação na primeira fase contra o Paranavaí, no próximo fim de semana.

Logo aos dois minutos, Chico saiu jogando errado e entregou de bandeija para Bruno, que cruzou para o peixinho de Eydison, mas a bola passou pelo atacante do Iraty. Aos 12, Gilvan cometeu falta dura em Pepe Toledo, que agrediu o jogador do Azulão com uma cabeçada no peito: vermelho para o gringo atleticano.

Com um a menos, Atlético demorou a se encontrar, enquanto que o Azulão mantinha a posse de bola, mas errava no último passe. Após algum tempo sem atacar, Furacão chegou aos 27 minutos, mas cabeçada de Manoel, após cruzamento de Paulo Baier, foi para fora sem perigo. Dez minutos depois, Ceará limpou Manoel e de fora da área arriscou, mas bateu em cima de Neto, que fez tranquila defesa.

Na volta para segunda etapa, Leandro Niheues tirou Netinho e promoveu a entrada de Tartá. A etapa final começou com as equipes com os nervos à flor da pele. Muitas faltas e cartões amarelos. Após 10 minutos praticamente sem futebol, o Iraty abriu o placar. Ayrton cobrou falta para área e Sílvio apareceu livre para desviar para o fundo das redes.

Na frente do placar, Iraty, embalado pela torcida, se soltou mais no jogo, enquanto que o Atlético tentava o empate, mas de forma desordenada e mais na base da vontade. Aos 34, Sílvio fez falta dura em Manoel e foi expulso de campo. Última chance do Atlético aconteceu aos 41 minutos. Márcio Azevedo cruzou na cabeça de Bruno Mineiro, que livre testou para fora.