Uma falha individual do zagueiro Rafael Santos, no segundo tempo, não permitiu ao Atlético-PR chegar à primeira vitória no Brasileirão. Neste domingo, a equipe empatou por 1 a 1 com o Flamengo, na Arena da Baixada, em Curitiba, com gols de Madson, aos 14, e Deivid, aos 34 minutos do segundo tempo. Com apenas um ponto, o Atlético está em 19.º lugar e o Flamengo ficou em 11.º.

O time carioca tomou a iniciativa da partida, mas não mostrava poder ofensivo. O primeiro lance de perigo surgiu somente aos 11 minutos, em uma falta cobrada por Renato Abreu que Marcio espalmou para fora.

Mesmo com Paulo Baier no banco, o Atlético não tinha ninguém em campo para organizar suas jogadas e o time não conseguia uma boa ligação do meio de campo para o ataque.

Aos 19 minutos, o Atlético tentou marcar em uma cobrança de falta de Paulinho, mas a bola passou longe do gol.

Mesmo com mais posse de bola, o Flamengo não interceptava as jogada aéreas e Guerrón quase marcou após um lançamento pela esquerda.

Na segunda etapa, Ronaldinho Gaúcho quase desequilibrou em uma cobrança de falta perigosa. E, um jogo de poucas opções, o gol só poderia sair em jogada de bola parada. Aos 14, Madson cobrou uma falta com perfeição, no ângulo, sem chance para Felipe.

Depois de marcar o primeiro gol na competição, o Atlético melhorou, mas, em uma falha individual do zagueiro Rafael Santos, que não interceptou uma bola na área aos 34 minutos, Deivid, sem marcação, aproveitou e tocou para as redes. Três minutos depois, a defesa voltou a falhar e Ronaldinho Gaúcho quase virou placar.

O time atleticano ficou muito nervoso e, somente aos 44 minutos, em uma cabeçada de Rafael Santos que atingiu o travessão, esteve próximo da vitória.

No final, os jogadores atleticanos lamentaram o resultado. Para Madson, o time merecia sorte melhor. “Somos time grande e não podemos ficar em uma situação dessas. Jogamos bem hoje (domingo) e não conseguimos um bom resultado, infelizmente”, disse.

Já Thiago Neves elogiou a qualidade de sua equipe e disse que foi injusto o placar. “Nosso time é de qualidade, tivemos um maior toque de bola, mas não foi bom resultado, pois queríamos sair daqui com a vitória”, afirmou.

FICHA TÉCNICA:

Atlético-PR 1 x 1 Flamengo

Atlético PR – Márcio; Wendel, Manoel, Rafel Santose Paulinho; Deivid, Marcelo Oliveira, Branquinho (Cleber Santana) e Madson (Paulo Baier); Guerron (Adaílton) e Nieto. Técnico: Adilson Batista.

Flamengo – Felipe; Léo Moura (Galhardo), Wellinton, Davd Braz e Junior Cesar; Willians, Renato, Bottinelli (Diego Maurício), Thiago Neves; Ronaldinho Gaúcho e Wanderlei (Deivid). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Gols: Madson, aos 14, e Deivid, aos 34 minutos do segundo tempo.

Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO).

Cartões amarelos: Guerrón, Nieto e Thiago Neves.

Público e renda: não disponíveis.

Estádio: Arena da Baixada, em Curitiba.