O Flamengo fez um treino secreto de pouco mais de uma hora, nesta terça-feira, no último ajuste para o início da decisão da Copa do Brasil, nesta quarta, às 21h50, contra o Atlético Paranaense, no estádio Durival de Britto, em Curitiba. O técnico Jayme de Almeida ensaiou algumas jogadas, sem a presença de repórteres, em atividade realizada pela manhã, no campo anexo do Olímpico, o estádio do Grêmio, em Porto Alegre. O time ficou no Sul, onde atuou no último domingo pelo Campeonato Brasileiro contra o próprio clube tricolor gaúcho.

Apesar do mistério, ele não deve mexer na estrutura do time que chegou à final da Copa do Brasil. No ataque, Paulinho e Hernane são nomes certos. Uma dúvida, a princípio, seria no gol. Paulo Victor está bem, mas vinha substituindo Felipe, já recuperado de uma cirurgia no joelho. Os dois treinaram nos últimos dias com desembaraço. Mas não será surpresa se Jayme de Almeida escalar algum “trunfo” de última hora.

Ele pediu aos atletas que não falassem com a imprensa sobre o que foi feito no treino fechado. O lateral-direito Leonardo Moura deixou escapar que “quem entrar vai dar conta do recado”, em uma frase que pode ser interpretada de duas maneiras: ou Jayme de Almeida mantém o time ou faz alguma mudança inesperada pela torcida.

O técnico ficou irritado com a derrota para o Grêmio no fim de semana, pelo Brasileirão, porque queria pelo menos um empate para que o Flamengo se visse totalmente livre do risco de rebaixamento na competição e assim se dedicasse exclusivamente aos dois jogos finais da Copa do Brasil – o outro vai ser no próximo dia 27, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

Mas, desde que acabou a partida com o Grêmio, passou a falar apenas do Atlético, adversário que ele considera muito perigoso e com várias virtudes. “Não é por acaso que eles estão decidindo a Copa do Brasil e brigam pela vice-liderança do Campeonato Brasileiro. Fazem um trabalho sério e competente”, declarou Jayme de Almeida.

No Atlético Paranaense, o técnico Vagner Mancini faz mistério, mas a lateral esquerda pode ter novidade. Recuperado de lesão, o antigo titular Pedro Botelho pode entrar no lugar de Juninho, que assim voltaria para a lateral direita – Jonas seria o sacrificado. Outra dúvida é no meio de campo. O volante João Paulo não participou do treino e Zezinho é a opção para a vaga.