Com um início arrasador, o Atlético-PR bateu o Flamengo por 3 a 0 na Arena da Baixada, em Curitiba, nesta manhã de domingo pela 19.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Poupando alguns titulares, o time carioca não conseguiu apresentar um bom futebol e agora pode ver o líder São Paulo se distanciar.

A vitória foi um alívio para o Atlético. O time paranaense ainda é o 18.º colocado, com 18 pontos, um a menos do que o Vasco, primeiro time fora da zona do rebaixamento. O time do técnico Tiago Nunes chega, pela primeira vez, a quatro jogos seguidos sem derrota na competição.

O Flamengo, com 37 pontos, perde a chance de brigar pelo título simbólico do primeiro turno. O Internacional venceu o Paraná por 1 a 0 também na manhã deste domingo e foi a 38 pontos, mesma pontuação do São Paulo, que ainda joga com a Chapecoense, no Morumbi, às 16h.

Empurrado pela torcida, o Atlético começou o jogo tentando fazer uma pressão inicial e a estratégia deu certo. Aos nove minutos, Marcinho levantou a bola para a área e Pablo desviou de primeira surpreendendo o goleiro César para abrir o placar.

O Flamengo tentou responder logo em seguida, mas Santos brilhou. O goleiro espalmou chute de Rodinei e, no rebote, se atirou na frente da bola para bloquear o rebote de Vitinho, que estava livre na pequena área.

Aproveitando melhor as chances, o time da casa não demorou para ampliar a vantagem. Aos 16 minutos, Marcinho encontrou Pablo dentro da área novamente. Dessa vez, César defendeu a primeira finalização, mas a bola sobrou para Raphael Veiga completar de primeira e estufar as redes.

O jogo era todo do Atlético e, aos 21 minutos, Zé Ivaldo ainda marcou o terceiro. Raphael Veiga cobrou escanteio da direita e o zagueiro subiu mais que a marcação para completar de cabeça.

Mesmo com um resultado tranquilo e a vitória praticamente assegurada, era o Atlético que seguia mais perigoso na segunda etapa. O Flamengo tentava pressionar, mas atacava de forma desordenada, enquanto os paranaenses chegavam menos, mas eram mais precisos.

A vitória atleticana só não se transformou em goleada porque o time da casa acertou a trave duas vezes. Primeiro, em rápido contra-ataque e chute de Nikão da entrada da área. Depois, em cruzamento de Plata que Léo Duarte desviou.

O Atlético-PR volta a campo na próxima quarta-feira, quando enfrenta a Chapecoense na Arena Condá, em Chapecó, pela 20.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na quinta, o Flamengo recebe o Vitória, no Maracanã.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-PR 3 X 0 FLAMENGO

ATLÉTICO-PR – Santos; Jonathan, Zé Ivaldo, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington, Lucho González (Bruno Guimarães), Raphael Veiga (Bruno Nazário) e Nikão (Plata); Marcinho e Pablo. Técnico: Tiago Nunes.

FLAMENGO – César; Rodinei, Léo Duarte, Thuler e Renê; Cuéllar, Willian Arão (Marlos), Lucas Paquetá e Éverton Ribeiro (Geuvânio); Uribe (Lincoln) e Vitinho. Técnico: Maurício Barbieri.

GOLS – Pablo, aos 9, Raphael Veiga, aos 16, e Zé Ivaldo, aos 21 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Igor Junior Benevenuto Oliveira (MG).

CARTÕES AMARELOS – Zé Ivaldo, Léo Pereira e Pablo (Atlético-PR); Vitinho (Flamengo).

RENDA – R$ 744.350,00.

PÚBLICO – 22.061 torcedores.

LOCAL – Arena da Baixada, em Curitiba (PR).