O Atlético entrou com recurso à pena aplicada pelo STJD envolvendo os incidentes ocorridos no Atletiba disputado em 19 de julho, na Arena. A informação foi confirmada pelo presidente Marcos Malucelli, que inclusive adiantou a praça esportiva em que o clube atuará caso a punição seja mantida: Londrina.

Pela decisão da 4.ª Comissão Disciplinar, o Rubro-Negro foi penalizado com a perda de um mando de campo e o pagamento de multa no valor de R$ 20 mil. De acordo com o advogado Domingos Moro, que representa o clube, foi solicitado um efeito suspensivo que deverá ser julgado ainda nesta semana.

Caso o efeito suspensivo seja aceito, o processo será devolvido à instância e a penalização imposta não poderá ser executada antes da análise do recurso pelo Pleno do STJD.

Com a atitude, o Atlético tenta assegurar a partida do próximo domingo para a Arena e posteriormente buscará a absolvição no processo. O jogo é estratégico, pois se tiver que cumprir a punição diante do Fluminense, o Rubro-Negro disputará quatro jogos consecutivos distante de seu torcedor (quadro). E só retornará à Arena na última rodada do 1.º turno, contra o Barueri, em 16 de agosto.

Essa sequência indesejada de jogos longe de Curitiba pode representar um prejuízo ainda maior ao time para a continuidade no Brasileirão. Basta considerar o desempenho atleticano fora de casa. Em seis jogos, foram quatro derrotas, um empate e uma vitória.

Reabilitação

O primeiro passo para o Furacão tentar dar a volta por cima será amanhã, no centro-oeste brasileiro. O clube vai a Goiânia enfrentar o embalado Goiás, que na última rodada derrotou o líder do campeonato, o Galo Mineiro. Para a partida, o técnico Waldemar Lemos contará com a volta de quatro jogadores.

Os laterais Nei e Márcio Azevedo e o zagueiro Rhodolfo cumpriram suspensão automática e estão liberados para atuar. O zagueiro Antônio Carlos, recuperado da distensão, também está à disposição. As baixas são os volantes Chico e Rafael Miranda.

O primeiro permanece em tratamento no departamento médico e o outro foi penalizado com o terceiro cartão amarelo. Essas ausências indicam o retorno de Zé Antônio ao time titular, como segundo volante.