atletico2060205.jpg

Londrina e Atlético fizeram um jogo bem disputado, mas sem gols.

Ainda não foi desta vez que o Atlético saiu de Curitiba e voltou com uma vitória no campeonato paranaense. Jogando mal no primeiro tempo, mas se recuperando no segundo, o rubro-negro apenas empatou com o Londrina por 0 a 0, mas manteve a liderança no grupo B.

O próximo compromisso do Furacão na competição será o Malutrom, na Arena, enquanto o Londrina vai até Paranavaí enfrentar a equipe local.
Era para ser um ensaio para a Copa Libertadores da América e, se é que se pode tomar como parâmetro, o Atlético terá dde corrigir muitos erros para enfrentar o Independiente. O time começou perdido em campo, principalmente pelas mudanças de última hora. O lateral-esquerdo Marín não teve sua documentação regularizada e Badé, o substituto imediato, pegou uma gripe. Sem os dois, o técnico Casemiro Mior deslocou Marcão para o lado esquerdo e colocou Durval na zaga.

Essa mudança parece ter dificultado demais o jogo atleticano. Marcão e William fechavam demais pelo meio, Dênis Marques e Lima voltavam demais para buscar bola e o Londrina foi se impondo. Incentivado pelos oito mil torcedores presentes ao VGD, o Tubarão partiu para cima na busca da reabilitação após perder por 4 a 1 na Copa do Brasil. Nem e Diogo testaram a meta atleticana e levaram perigo, enquanto o rubro-negro tentava se acertar.

As poucas chances do Furacão surgiram de jogadas de "bola parada". Durval e Fabrício dispararam contra o goleiro Vílson, que mostrou insegurança ao rebater todas. Mesmo assim, ninguém arriscou mais, nem aproveitou os rebotes, como o que William teve, mas chutou muito no alto. Até Lima, muito disperso em campo, tentou de cabeça, mas mal no fundamento. No final da primeira etapa, a resposta do Londrina aconteceu com Bolão, mas Diego salvou a pátria.

O segundo melhorou e muito. A equipe de Itamar Bernardes acionou a artilharia e não deu descanso para o goleiro Diego. O arqueiro rubro-negro teve que se desdobrar para evitar o gol. Ele foi o principal destaque da partida por suas defesas difíceis. Nem e Alex Paulista tentaram, mas pararam na grande fase de Diego. O susto acordou o Atlético, que foi para cima. Fabrício pegou um rebote e chutou forte, mas Rodrigo salvou em cima da linha. Marcão também tentou, mas a defesa afastou o perigo.

A partida ganhou em velocidade e a torcida se inflamou. Edmílson, Nem e Alex Paulista voltaram a tentar, mas Diego salvou todas. No outro lado, Jorge Henrique, que entrou no lugar do sonolento Lima, também impôs velocidade e tentou até de cabeça, apesar de ser baixinho, mas também não teve sucesso.

Ficha Técnica:

Londrina 0x0 Atlético

Londrina – Vilson; Cassiano, Rodrigo, Alex e Fabinho (Luiz Henrique); Gian, Diogo (Henrique), Edmilson e Nem; Douglas (Alex Paulista) e Bolão.Técnico : Itamar Bernardes.

Atlético – Diego; Bruno Lança (Jairo), Rogério Correa e Durval; William, Alan Bahia, Rodrigo Souto, Fabrício (Netinho) e Marcão; Lima (Jorge Henrique) e Denis Marques. Técnico: Casemiro Mior.

Árbitro: Cleivaldo Bernardo

Local: Estádio Vitorino Gonçalves Dias, em Londrina (PR)

Cartões amarelos: Rogério Correa, Jairo, Bruno Lança e Diogo.

Renda: R$ 48.365,00

Público: 10.149 (8.204 pagantes)