O Atlético trouxe um bom resultado do México. Jogando no lendário estádio Jalisco, o Furacão empatou em 2 a 2 e está em vantagem para decidir sua classificação na Baixada, na próxima terça-feira. O Atlético pode até empatar por 0 a 0 ou 1 a 1 que ficará com a vaga. Quem vencer, naturalmente, estará classificado.

Logo a um minuto de jogo o Atlético abriu o placar. Renan bateu forte, o goleiro mexicano espalmou mal, a bola sobrou para Anderson Aquino que viu Pedro Oldoni livre completar para as redes: 1 a 0 Furacão. A alegria durou pouco. Aos 6, Pineda bateu fraco, Vinícius largou no pé de Arellano que empatou o jogo. Após os gols a partida seguiu em um marasmo total com a equipe mexicana levando pequena vantagem. O Chivas só foi incomodar no fim da primeira etapa, mas sem perigo.

O Chivas começou pressionando no segundo tempo, mas quem marcou primeiro foi o Atlético. Aos 14, Antônio Carlos bateu falta com violência e deixou o rubro-negro na frente. Apenas três minutos depois o Chivas empatou novamente. Márcio Azevedo saiu jogando mal e a bola sobrou para Medina deixar tudo igual. Um minuto depois, Rodriguinho cruzou e Anderson Aquino cabeceou no contra pé exigindo uma defesa impressionante do goleiro mexicano. Quase o Atlético fica na frente de novo.

Aos 23 minutos duas defesas espetaculares do goleiro Vinícius. Ambas à queima roupa, o goleiro evitou a virada dos mexicanos. Dois minutos depois o arqueiro estava presente mais uma vez para garantir o empate. O Chivas pressionou até o fim na base do chuveirinho, mas a zaga rubro-negra se portou bem e garantiu o empate. Final no México: Chivas 2, Atlético 2.