Luciano começa o jogo;
Ricardinho espera no banco.

Começa hoje o projeto recuperação para o Atlético no campeonato brasileiro. O time comandado pelo técnico Osvaldo Alvarez tenta buscar fora de casa os pontos desperdiçados dentro de Curitiba.

Após duas derrotas seguidas, a equipe rubro-negra terá pela frente o Figueirense, hoje, e o Fortaleza, no domingo, para se redimir dos últimos vexames. A parada é dura, mas é também a chance de subir na tabela e espantar a crise que ronda a Baixada e o CT do Caju. A partida contra os catarinenses está programada para às 20h30, no Estádio Orlando Scarpelli.

Como o clima não anda bom no clube, uma vitória poderá fazer o time voltar aos trilhos. Ainda mais fora de casa e sem a pressão da torcida, apesar de Vadão não considerar que os torcedores atleticanos estejam atrapalhando o time.

Mesmo assim, apesar de ninguém declarar isso publicamente, o grupo deverá se sentir mais à vontade atuando como visitante. Até porque, muitas equipes têm se dado bem jogando na casa do adversário.

Mudanças

Para alcançar a vitória e se reabilitar no campeonato brasileiro, o técnico Osvaldo Alvarez resolveu deixar o conservadorismo de lado para apostar em mudanças estruturais em sua equipe. Volta o esquema 3-5-2, estréia o recém contratado Tiago e o volante Luciano Santos tem a oportunidade de começar sua primeira partida no clube como titular. Tudo isso para tampar a avenida do setor defensivo e dominar a meia-cancha. Além disso, o treinador rubro-negro ainda terá à disposição no banco de reservas os atacantes Ricardinho (“rei do drible”) e Selmir (após retornar de um longo período de recuperação física) para tentar resolver os problemas do ataque, que desperdiça muitos gols. Com tudo isso, o meia Kléberson será adiantado para a armação de jogadas e terá liberdade para chegar ao ataque, já que a dupla de frente será formada por Adriano e Dagoberto.

Mesmo assim, a escalação oficial só será divulgada momentos antes da partida. A delegação seguiu para Florianópolis com quatro atletas em tratamento. O volante Leomar e o zagueiro Ígor estão sentindo o joelho e o lateral-esquerdo Ivan e o meia Rodrigo (que está na reserva) reclamam de dores musculares. Eles treinaram ontem pela manhã, mas ainda não estão em totais condições de entrarem numa partida.

Tiago estréia na defesa

Para alcançar a vitória e se reabilitar no campeonato brasileiro, o técnico Osvaldo Alvarez resolveu deixar o conservadorismo de lado para apostar em mudanças estruturais em sua equipe. Volta o esquema 3-5-2, estréia o recém-contratado Tiago e o volante Luciano Santos tem a oportunidade de começar sua primeira partida no clube como titular. Tudo isso para tampar a avenida do setor defensivo e dominar a meia-cancha. Além disso, o treinador rubro-negro ainda terá à disposição no banco de reservas os atacantes Ricardinho (“rei do drible”) e Selmir (após retornar de um longo período de recuperação física) para tentar resolver os problemas do ataque, que desperdiça muitos gols.

As mudanças foram desencadeadas pela bruxa que passou essa semana no CT do Caju. Primeiro foi o atacante Ilan, que levou uma pancada na coxa direita na partida contra o Galo, e não se recuperou à tempo de atuar contra o Figueirense. Depois, foi a vez do meia Fabrício torcer o joelho no treino de segunda-feira. Sem os dois, o treinador resolveu efetivar Luciano Santos e atuar com três zagueiros, garantindo assim a estréia de Tiago. Com tudo isso, o meia Kléberson será adiantado para a armação de jogadas e terá liberdade para chegar ao ataque, já que a dupla de frente será formada por Adriano e Dagoberto.

Mesmo assim, a escalação oficial só será divulgada momentos antes da partida. A delegação seguiu para Florianópolis com quatro atletas em tratamento. O volante Leomar e o zagueiro Ígor estão sentindo o joelho e o lateral-esquerdo Ivan e o meia Rodrigo (que está na reserva) reclamam de dores musculares. Eles treinaram ontem pela manhã, mas ainda não estão em totais condições de entrar numa partida. Como opção no banco de reservas, Vadão levou o goleiro Cléber, o zagueiro Juliano, o lateral-direito David, os meias Rodrigo, Fabinho e Fernando e os atacantes Jadílson, Selmir e Ricardinho.

CAMPEONATO BRASILEIRO

FIGUEIRENSE: Édson Bastos; Simplício, Márcio Goiano, Cléber e Émerson Ávila; Marcinho, Wágner Mancini, Bilu e Luís Fernando; Evair e Danilo. Técnico: Vágner Benazzi

ATLÉTICO: Diego; Rogério Correia, Tiago e Ígor; Alessandro, Leomar, Luciano Santos, Kléberson e Ivan; Adriano e Dagoberto. Técnico: Osvaldo Alvarez

Súmula
Local: Orlando Scarpelli (Florianópolis)
Horário: 20h30
Arbitragem: Wilson Luís Seneme (SP), auxiliado por Marinaldo Silvério (SP) e Arthur Alves Jr. (SP)