O Atlético venceu o primeiro clássico Atletiba disputado pelo Campeonato Brasileiro de Aspirantes de 2018. Na tarde deste domingo (8), para pouco mais de 300 pessoas no Ecoestádio Janguito Malucelli, o Furacão jogou para o gasto e, com um gol no início da partida, venceu o Coritiba por 1×0, chegou aos sete pontos e assumiu a 3ª posição do grupo A da competição nacional. Já o Verdão, que poderia ter assumido a liderança, permaneceu com quatro pontos e ocupando a 3ª colocação do grupo B do torneio. Na próxima rodada, enquanto o time coxa-branca recebe o Sport, no Couto Pereira, o Rubro-Negro vai a Salvador encarar o Bahia. Os dois jogos ocorrem nesta quinta-feira (12).

O primeiro Atletiba pelo Campeonato Brasileiro de Aspirantes foi bastante disputado. Com vários jogadores que já fizeram parte das equipes principais dos dois clubes e comandados pelos ex-jogadores Kelly, do Furacão, e Mozart, do Coxa, o duelo foi bastante movimentado. Aos 5 minutos, Bill apareceu na cara do gol, mas se atrapalhou e o goleiro Samuel se recuperou. Mas na cobrança do escanteio, a defesa alviverde falhou e o zagueiro Daniel subiu livre para abrir o placar para o time atleticano.

Com a vantagem, o Atlético passou a se resguardar um pouco mais na defesa e atraiu o Coritiba para o seu campo. O time alviverde tinha no meia Kady, que entrou no segundo tempo do duelo pela Série B, na última quarta-feira, diante do Paysandu, seu principal armador. E foi o jogador que quase empatou aos 16 minutos em cobrança de falta, mas o goleiro Juliano espalmou.

Perigoso nos contra-ataques e nas bolas paradas, o Atlético quase ampliou aos 27 minutos. Matheus Anjos cobrou fechado e quase encobriu o goleiro Samuel. O Coritiba terminou o primeiro tempo com mais posse de bola e pressionando o Furacão. No entanto, encontrou um Furacão bem postado na defesa. Assim, a alternativa foi arriscar de fora da área. Aos 41, Matheus Bueno mandou de longe e quase surpreendeu o goleiro Juliano.

No segundo tempo só o Coritiba jogou. O Atlético adotou uma postura ainda mais defensiva e o time coxa-branca pressionou desde o início em busca do empate. Aos 6, Evandro deixou Rafhael Lucas livre na área, mas o goleiro Juliano fez boa defesa na tentativa do chute cruzado do atacante alviverde.

O jogo, na verdade, foi fraco tecnicamente, com muitos erros dos dois times. No entanto, o Coritiba seguiu mais organizado para tentar furar a retranca do Atlético. Aos 20, Rafhael Lucas teve outra boa chance, mas depois de passar por Nicolas, o chute saiu torto. Na sequência, Vinicius Araújo fez boa jogada pela esquerda, cruzou e Luizinho, de cabeça, mandou no canto, mas a bola saiu por pouco.

O Coritiba estava cada vez mais perto do empate. Aos 27, Kady fez boa jogada, deixou Índio na cara do gol, mas o centroavante alviverde mandou por cima. Três minutos depois, Rafhael Lucas recebeu cruzamento de Rodrigo Ramos e, livre na área, chutou mal e Juliano fez boa defesa.

Apesar de estar melhor em campo, o Coritiba teve sua situação complicada aos 34 minutos. Kady tomou o segundo cartão amarelo, foi expulso e deixou o time coxa-branca com um homem a menos. Com um homem a mais, o Atlético abandonou um pouco a retranca e passou a tocar a bola no campo do Verdão. Assim, sem dificuldades, a equipe rubro-negra priorizou a posse de bola e garantiu a vitória no Ecoestádio.

BRASILEIRÃO DE ASPIRANTES
3ª Rodada

Atlético 1×0 Coritiba

Local: Ecoestádio Janguito Malucelli
Árbitro: Fábio Filipus
Assistentes: Jefferson Cleiton Piva da Silva e Felipe Gustavo Schmidt
Gols: Daniel, 5 do 1º
Cartões amarelos: Geovane, Kady (COR); Daniel (CAP)
Cartão vermelho: Kady (COR)
Público total: 335
Renda: Não divulgada

Atlético
Juliano; Léo Simas, Daniel (Weverton), Éder e Nicolas; Arthur Sananduva, Gabriel Baralhas, Giovanny (Marcelo) e Matheus Anjos (Demethryus) ; Caprini (Yago) e Bill.
Técnico: Kelly

Coritiba
Samuel; Rodrigo Ramos, Geovane (Matheus Oliveira), Léo Andrade e Henrique; Henrique Vermudt (Vinicius Araújo), Matheus Bueno Luizinho (Igor Jesus) e Kady; Evandro (Índio) e Rafhael Lucas.
Técnico: Mozart