O novo técnico do Atlético pode ser um velho conhecido da torcida. Com a saída de Fabiano Soares confirmada na tarde de ontem e a negativa de Paulo Autuori em voltar a assumir o comando técnico, o nome de Alberto Valentim, treinador interino do Palmeiras, ganha forças na Arena da Baixada. Como jogador, o ex-lateral- direito soma quase cinco anos de Furacão.

Apesar de muito querido no time paulista, a diretoria do Verdão entendeu que Alberto, apesar da boa campanha na reta final do Brasileirão, ainda precisa amadurecer para assumir a responsabilidade do comando técnico da equipe em definitivo. Por isso, contratou o técnico Roger Machado para ser treinador e propôs ao ex-lateral-direito que voltasse ao posto de auxiliar, o que talvez não lhe interesse.

“Sempre deixei claro que quero ser treinador. O fato de se eu continuar como auxiliar é porque se trata do Palmeiras e de um treinador que tem as ideias parecidas com as minhas. Seria ajuda-lo e estar junto neste processo, caso eu fique. Mas só por se tratar do Palmeiras”, declarou ao UOL após a derrota por 3×0 do time paulista para o Furacão, no último domingo. Alberto pediu alguns dias para pensar.

Nos bastidores, a informação é de que ele poderia dar prosseguimento à carreira de técnico no Rubro-Negro, que defendeu como jogador nos anos 90 e 2000. No clube, com o apreço de Mario Celso Petraglia, ele também foi auxiliar, entre 2012 e 2013. Depois, seguiu para o Palmeiras, onde assumiu como treinador interino após a dispensa de Cuca em meados de outubro, pela quinta vez. Antes, ele já tinha assumido nas saídas de Gilson Kleina e Ricardo Gareca, em 2014, Oswaldo de Oliveira, em 2015 e Marcelo Oliveira, em 2016. Como treinador efetivo, ele teve uma passagem discreta pelo RB Brasil, durante o Paulistão deste ano.

LEIA MAIS: Petraglia dispara contra Coritiba após rebaixamento alviverde!

Em Recife, a informação é de que o Sport, que escapou do rebaixamento à Série B na última rodada do Brasileirão, também estaria de olho no jovem profissional. Apesar de ter ajudado a salvar o time, o interino Daniel Paulista nunca esteve nos planos da diretoria do time pernambucano para 2018. Depois da negativa de Guto Ferreira para assumir o comando para o ano que vem, Alberto Valentim poderia ser o nome que o Leão busca – apesar da preferência pernambucana por Eduardo Baptista.

A reportagem da Tribuna tentou contato tanto com Alberto Valentim, quanto com o presidente do conselho administrativo do Atlético, Luiz Sallim Emed. No entanto, nenhum dos dois atendeu o telefone.