Assim que o Atlético confirmou a contratação do técnico Fabiano Soares, muitos torcedores se manifestaram nas redes sociais. Mas quase nenhum apoiando o novo treinador. A revolta tomou conta dos atleticanos, que reclamaram muito da chegada de um comandante desconhecido.

A maioria dos comentários era justamente criticando o clube por novamente fazer uma aposta, ‘largando o futebol’, como muitos disseram.

“Espero que seja piada! Mesmo não sendo 1º de abril! Aposta atras de aposta! E f… a libertadores”, disse um dos torcedores.

“Essa contratação demonstra que a diretoria jogou a toalha esse ano já”, alegou outro.

“Porque isso? O fantoche que faltava né, para o grande sábio do futebol, tio pet, escalar o seu time ideal. Larguei os bets”, afirmou outro atleticano.

As piadas, no entanto, não incomodaram Fabiano, que admitiu ser normal esta desconfiança, principalmente por ele ser desconhecido no futebol brasileiro. Porém, o novo treinador pediu um voto de confiança.

“É normal que não me conheçam. Vivi na Europa quase a vida toda. Não me sinto melhor nem pior do que ninguém. Aos poucos, vocês (torcedores) vão me conhecendo e quero que me deem o benefício da dúvida, venham ao estádio, apoiem o time e vejam pouco a pouco como o Atlético vai jogar. Estou seguro que vou ganhar a confiança da torcida”, afirmou o comandante atleticano, em entrevista coletiva.

Aos 51 anos, Fabiano passou a maior parte da carreira no futebol europeu. Começou a carreira no Botafogo, em 1987, onde também jogou em 2001, passou por Cruzeiro (1988) e São José-SP (1989). Depois, jogou e virou técnico na Espanha e foi para o Estoril, de Portugal, seu último clube.

Torcedores do Atlético protestaram nas redes sociais. Foto: Reprodução
Torcedores do Atlético protestaram nas redes sociais. Foto: Reprodução