Será que é tão ruim assim o Atlético fazer o primeiro jogo do mata-mata contra o Deportivo Capiatá na Arena da Baixada? Acredito que não. Sabe por quê? Porque o Atlético tem uma invencibilidade monstro jogando em casa. A última derrota do Furacão na Arena foi no dia 24 de agosto de 2016. Foi para o Grêmio por 1×0 pela Copa do Brasil.

Já no confronto contra o Millonarios, da Colômbia, o Furacão jogou a primeira na Arena. Fez o resultado, vitória por 1×0 e depois confirmou a classificação nos pênaltis, lá em Bogotá.

Portanto, a força do Caldeirão tem tudo para ser o diferencial do Furacão nesta quarta-feira (15) à noite, contra o time paraguaio. É hora da torcida lotar a Arena e empurrar o Atlético para a vitória, de preferência sem tomar gols.

Fazendo o resultado dentro de casa, o Furacão pode ir para o Paraguai bem mais tranquilo. E lá conquistar a vaga na fase de grupos da Copa Libertadores da América. Isto garante mais visibilidade, mais grana e um calendário mais extenso.

Pra confiar

E para deixar o torcedor ainda mais otimista, o General Thiago Heleno está devidamente regularizado e pode, finalmente, estrear com a camisa rubro-negra na temporada 2017. Com ele em campo, o Furacão ganha em liderança, segurança e experiência. Motivos não faltam para a torcida fazer sua parte e lotar a Arena nesta noite.

E o Furacão precisa deste apoio das arquibancadas, até porque o Capiatá, apesar de novato na Libertadores, já eliminou o Deportivo Táchira, da Venezuela e o Universitario, do Peru. Então, todos à Arena e que venha a vitória!