A falta de gols do Atlético tem preocupado o torcedor. Depois de nos três últimos jogos realizados na Arena da Baixada ter passado em branco e ter perdido para Coritiba, San Lorenzo e Grêmio, o Furacão voltou a marcar, mas ficou apenas no empate em 1×1 com o Flamengo, domingo (28), na Arena da Baixada. Neste duelo, diferentemente das outras partidas, a equipe do estreante técnico Eduardo Baptista criou diversas situações, mas os atacantes não estavam em tarde inspirada.

O atacante Ederson, confirmado na semana passada como reforço para a sequência da temporada, entrou no decorrer do jogo e criou apenas uma oportunidade de marcar. O jogador, que foi artilheiro do Brasileirão de 2013 com a camisa do Furacão, admitiu que está sem ritmo de jogo e que esse ponto será importante na sequência da competição nacional.

“Estou há muito tempo sem jogar, mas pelo Atlético tem que ir no coração e na vontade. Estou sem ritmo e procurei ajudar da melhor forma. Dei um chute a gol, mas o goleiro defendeu. Agora é continuar trabalhando e infelizmente a vitória não veio. Empatamos e esse ponto será muito importante lá na frente”, cravou.

A torcida do Atlético, para acabar com o jejum de gols do clube, decidiu inovar. Nos dois tempos, atrás dos dois gols que o Furacão atacava, torcedores seguraram uma faixa com setas e com a palavra “chute”, indicando o gol. O poder de criação do time rubro-negro deixou o técnico Eduardo Baptista satisfeito, apesar da ineficiência dos atacantes nas finalizações.

“Isso nos deixou satisfeito. Hoje (ontem) a bola não entrou. Vamos continuar trabalhando, insistindo com confiança e na próxima a sorte será diferente. Temos coisas a serem ajustadas no nosso time. Os atletas foram muito determinados, mas infelizmente faltou o gol para premiar a atuação contra o Flamengo”, explicou o treinador, que elogiou também a postura e a organização do time na sua estreia.

Confira a tabela do Campeonato Brasileiro!

“Meu primeiro objetivo era que a equipe se mantivesse organizada na maior parte do tempo e aconteceu. Criamos situações táticas defensivas e ofensivas que aconteceram. Trabalhamos para vencer, para conquistar os três pontos em casa, mas infelizmente não ocorreu. A nossa postura e organização me agradaram bastante e para começo de trabalho isso é bom”, arrematou o comandante atleticano.