O Atlético sofreu sua quarta derrota seguida no Campeonato Brasileiro e vai passar a Copa do Mundo na zona de rebaixamento. Na noite de quarta-feira (13), o Rubro-Negro foi derrotado pelo Botafogo, por 2×0, no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. Os gols de Rodrigo Lindoso, de pênalti, aos 33 do primeiro tempo, e de Renan Lodi, contra o próprio patrimônio, aos 26 da segunda etapa, decretaram mais um resultado amargo para o Furacão e fez com que se agravasse a situação ruim que vive o Atlético neste momento.

Durante o período de recesso do Brasileirão, o Rubro-Negro ficará entre os quatro piores times da competição, já que somou apenas nove pontos em doze rodadas. Nesse período, foram sete derrotas, três empates e apenas duas vitórias. O rival Paraná Clube também vai figurar na parte de baixo da tabela, porém a frente do Furacão, já que soma 10 pontos, um a mais do que os comandados por Fernando Diniz conquistaram até aqui.

O atacante Ederson, que entrou na segunda etapa da partida, lamentou a fase que passa o Rubro-Negro, destacando que tem muitos motivos para sofrer com isso.

“Não tem nem explicação, começamos bem o ano, fizemos jogos bons, mas perdemos algumas partidas e agora veio essa sequência negativa. Fico muito triste por ser torcedor do Atlético também e estar nesse grupo e estar nessa fase que não é boa e pelo fato de não estarmos conseguindo fazer nada, infelizmente”, explico o jogador, que tem consciência da campanha ruim que faz o Rubro-Negro no Brasileirão, mas tem esperança que o período sem jogos seja suficiente para intensificar os treinos e reerguer o Furacão.

“Só conseguimos duas vitórias, isso é muito ruim, pra gente, queremos melhorar. Espero que o grupo esfrie a cabeça na parada da Copa e volte muito bem”, frisou o atacante.

O volante Raphael Veiga sabe que os torcedores atleticanos estão certos por estarem “na bronca” com o time, mas acha que há pontos positivos na equipe e garante que Atlético vai reverter a situação antes da temporada acabar.

“Torcedor, com certeza, não está satisfeito e tem razão. Mas tenho certeza que daqui para dezembro o Atlético fará coisa grande. Não está tudo errado”, garantiu o atleta projetando uma melhora até o encerramento do Brasileirão.