Lanterna do Campeonato Brasileiro, o Atlético encara o Atlético-MG nesta quarta-feira (14), às 19h30, no Independência, em um duelo pra mudar de vez sua situação na tabela. Com apenas dois pontos em seis partidas, o Furacão sabe que qualquer resultado negativo irá aumentar a pressão que já vive, uma vez que o jogo é um confronto direto.

Com apenas seis pontos, o Galo é o primeiro time fora da zona de rebaixamento. Ou seja, perder em Belo Horizonte significaria que o Rubro-Negro terminaria a sétima rodada, cinco ou seis pontos atrás do 16º colocado. Por isso, mesmo atuando fora de casa, o Atlético sabe que precisa entrar em campo pensando em ganhar.

“O Atlético-MG não faz uma boa campanha, mas é muito efetivo em casa. Eles enfrentam uma dificuldade assim como nós enfrentamos e temos que pontuar sempre. Não importa contra quem. Temos que ir para os jogos buscar os três pontos e se não for possível, ao menos voltar com um ponto. E a pressão sempre será a mesma, jogando contra o líder ou contra alguém que está próximo de nós”, apontou o técnico Eduardo Baptista, que não vê vantagem em pegar um Galo também em um mau momento.

E para encerrar esse jejum de vitórias – o Furacão é o único que ainda não venceu no Brasileirão -, é preciso ter atenção máxima. Jogador mais experiente do grupo, com 36 anos, o meia Lucho González ressaltou que o time vem desperdiçando pontos em lances que poderiam ser evitados.

“Temos que continuar trabalhando, ficar atento durante os 90 minutos. São nos pequenos detalhes que temos que ficar mais ligados, porque sabemos que um erro em um nível de competição que estamos jogando, um erro ou uma distração de um segundo você acaba pagando caro”, disse o argentino.

Confira a tabela completa do Brasileirão!

Nestes pequenos detalhes, certamente está o lado defensivo. Ao lado do Atlético-GO, o Rubro-Negro tem a segunda pior defesa do Brasileirão, com 13 gols sofridos, atrás apenas do Vasco, que levou 15.

“Em nenhum dos cinco jogos no meu comando eu vi o Atlético ser dominado. No mínimo jogamos de igual. Mas agora é momento de se fechar, dar um passo atrás e marcar melhor para buscar a recuperação”, ressaltou o treinador, que deve mexer o mínimo possível na escalação em relação ao time que perdeu para o Santos por 2×0, na rodada passada.

FICHA TÉCNICA

BRASILEIRÃO
1º Turno – 7ª Rodada

ATLÉTICO-MG X ATLÉTICO

Atlético-MG
Victor; Alex Silva (Ralph), Felipe Santana, Erazo e Fábio Santos; Rafael Carioca, Elias, Valdivia e Otero (Marlone); Robinho e Fred.
Técnico: Roger Machado

Atlético
Santos; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Matheus Rossetto, Lucho González, Nikão e Pablo; Grafite (Douglas Coutinho ou Ederson).
Técnico: Eduardo Baptista

Local: Arena Independência (Belo Horizonte-MG)
Horário: 19h30
Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez (PE)
Assistentes: Clovis do Amaral da Silva (PE) e Cleberson do Nascimento Leite (PE)