Na terceira posição do Grupo C da segunda fase do Campeonato Brasileiro de Aspirantes, o Atlético faz nesta terça-feira (9), às 18h, na Arena da Baixada, diante do São Paulo, um jogo de vida ou morte para a sua sequência na competição. Se não conseguir somar os três pontos diante do tricolor paulista, o Furacão pode terminar a penúltima rodada eliminado ou em situação delicada no torneio.

+ Leia também: Furacão pode ser punido pela Fifa por ato político

Por isso, o técnico Kelly tem passado esse espírito de decisão para o time atleticano. O treinador frisou, sobretudo, a necessidade de o Rubro-Negro conseguir fazer valer o fator casa e somar os três pontos diante do líder da chave.

“Temos passado para o grupo que é uma decisão. É um jogo que determina a nossa continuidade dentro da competição. Os jogadores estão cientes disso. Fizemos uma análise do São Paulo, acertamos algumas coisas que são necessárias para esse jogo. Sabemos da nossa responsabilidade e, principalmente, da importância de jogar em casa”, apontou Kelly, em entrevista ao site oficial do clube.

+ Mais na Tribuna: Tiago Nunes iguala jogos de Diniz, mas quase dobra aproveitamento

Até agora, o Atlético tem seis pontos somados em quatro partidas. Na última rodada, acabou perdendo para o Vitória, fora de casa, por 4×3, e viu suas chances de classificação diminuírem. Mais do que isso, fez com que a pressão por uma vitória diante do São Paulo aumentasse. Isto porque o rubro-negro baiano, que está na segunda posição com sete pontos, recebe o América-MG, que já está eliminado, em Salvador.

No duelo do primeiro turno, o São Paulo levou a melhor e venceu o Furacão por 3×2, em Cotia. Lições que Kelly vai levar para o compromisso diante da equipe paulista na Arena da Baixada.

“São dois times que propõem o jogo. As equipes sabem dos cuidados que precisa ter na partida, mas nosso intuito é de procurar o resultado a todo momento. Sabemos, por experiência do último jogo, que nós não podemos desligar em nenhum momento”, concluiu.

Acesso

Para o torcedor do Atlético que quiser acompanhar a partida, o acesso aos sócios será liberado, a exemplo do que sempre ocorre nos duelos do time principal pelo Campeonato Brasileiro. O associado deverá estar portando o smartcard e a entrada será feita pela biometria. Para quem não é sócio, o torcedor precisa fazer a troca de cinco apostas da Timemania (concurso 1242), equivalente a R$ 10, com o Furacão marcado como time do coração para trocar por um ingresso.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!