O problema de calendário do Atlético para o confronto de ida das oitavas de final da Libertadores pode ser resolvido graças aos clubes argentinos. De acordo com o veículo da imprensa argentina Tyc Sports, River Plate e San Lorenzo devem pedir à Conmebol que as oitavas comecem apenas em agosto, e não em julho.

O pedido se dá pelo fato de que os confrontos estão marcados entre os dias 4 e 6 de julho, período de férias do futebol argentino, que encerra sua temporada em junho. Os clubes pedem que as partidas aconteçam entre 8 e 10 de agosto, quando estão marcados os jogos de volta.

Com isso, o Furacão teria uma ajuda e tanto para poder mandar seu compromisso na Arena da Baixada. O Rubro-Negro reservou o estádio entre 24 de junho e 11 de julho para a Liga Mundial de Vôlei, período que coincide com a data da partida de ida das oitavas de final da Libertadores. O Atlético já tem um plano B, que é alugar o Couto Pereira, mas a ideia enfrenta resistência entre conselheiros do Coritiba.

Na apresentação do técnico Eduardo Baptista, na última terça-feira (23), o presidente do Conselho Deliberativo do Furacão, Mario Celso Petraglia, afirmou “não ter nenhuma informação sobre o jogo da Libertadores”, quando perguntado sobre o assunto.

Além de garantir o uso da Baixada para o Atlético, o pedido dos argentinos poderá dar mais tempo para Baptista conhecer o elenco e comandar o time antes dos duelos decisivos do mata-mata internacional.