Chegar à Libertadores via Campeonato Brasileiro ficou mais complicado para o Atlético. O empate em 1×1 diante do Vasco, quarta-feira (14), em São Januário, fez o Furacão se distanciar do G6 e comprovou mais uma vez a fragilidade do time quando joga fora da Arena da Baixada. Assim, para conseguir terminar o Brasileirão entre os seis primeiros colocados, o Rubro-Negro, nas quatro rodadas restantes, terá que, obrigatoriamente fazer algo que não fez ainda no torneio: vencer como visitante.

+ Leia também: Santos barra chegada de zagueiro revelação ao Furacão

O Atlético segue como o único clube que ainda não ganhou fora de casa neste Campeonato Brasileiro. O técnico Tiago Nunes garantiu que o Furacão não encara esse jejum como um peso e lembrou da arrancada que o time conseguiu durante a competição nacional, deixando a lanterna e agora, na reta final, lutando para chegar na Libertadores.

“Essa é a pergunta de 1 milhão de dólares. Cada jogo tem sua história e análise, mas não estamos encarando isso como um peso. Se encararmos como um peso a mais, pode atrapalhar o mérito da campanha. Vale lembrar que já fomos 20º colocado, atrás do Paraná, e conseguimos pontos importantes. Temos ainda dois jogos fora de casa e vamos buscar uma vitória. Se conseguir essa pontuação, temos a condição de buscar, no mínimo, a sexta colocação”, argumentou o treinador.

+ Mais na Tribuna: Atlético destaca ponto conquistado no final diante do Vasco

Apesar de ter a chance também de chegar à Libertadores via Copa Sul-Americana, já que está próximo de chegar à decisão do torneio internacional, o Rubro-Negro quer garantir também a vaga no torneio internacional pelo Brasileirão. Nos últimos quatro jogos, além de enfrentar Corinthians e Ceará, na Arena, terá dois compromissos fora de casa contra Vitória, amanhã, e Flamengo, na última rodada. Se conseguir manter o grande rendimento que tem no Joaquim Américo, o time atleticano terá que buscar pontos fora de casa para conseguir a vaga no G6.

“A gente quer buscar a Libertadores pelo Campeonato Brasileiro também. Já deixamos claro isso. Precisamos vencer as partidas fora de casa. Isso vem nos minando bastante. Quase o campeonato inteiro sem uma vitória fora de casa. Vamos agora entrar mais ligados no sábado, contra o Vitória, para conseguir essa primeira vitória”, reforçou o atacante Pablo.

Confira a classificação completa do Brasileirão

Diante do Vasco, o Atlético conseguiu o empate aos 49 do segundo tempo, mas o resultado, em si, não foi bom para as pretensões do Furacão. O time atleticano encara agora o Vitória, mais um que está lutando contra o rebaixamento. Mais uma boa oportunidade para o time do técnico Tiago Nunes conseguir, enfim, a primeira vitória como visitante. Mesmo tendo a decisão da vaga na final da Sul-Americana no dia 28, contra o Fluminense, no Rio de Janeiro, o treinador garantiu que o Rubro-Negro não vai priorizar só um campeonato.

“Vamos manter o foco nas duas competições. Provamos já que temos elenco para isso. Escolher a cada partida quem está mais recuperado fisicamente, quem está mais inteiro e propenso a fazer o jogo. A gente vai avaliar jogo a jogo e tentar colocar os jogadores que estejam mais inteiros para disputar com força o Brasileiro, mas também para chegarmos inteiros fisicamente e com um bom nível de competitividade na Sul-Americana”, concluiu ele.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!