Foi com muita vontade de entrar no G6 do Campeonato Brasileiro que o Atlético foi pra cima do Cruzeiro e venceu por 2×0 na noite deste sábado (10). O jogo, realizado na Arena da Baixada, foi válido pela 33ª rodada e o resultado conquistado foi crucial para que o Furacão se mantenha vivo na disputa por uma vaga na Libertadores. Os gols foram assinalados por Marcelo Cirino, aos 9 e Raphael Veiga, aos 21 do primeiro tempo. No momento, o Rubro-Negro é o sexto na classificação, com 46 pontos, mas vai precisar esperar o fim da rodada para saber se permanecerá na posição. Atlético-MG e Santos, também com 46, são os times que podem ultrapassar o Furacão.

Na partida deste fim de semana, o Atlético foi comandado pelo auxiliar técnico Evandro Fornari, já que Tiago Nunes foi expulso por reclamação no jogo do último domingo (04), na derrota do time por 2×1 para o Internacional. Na ocasião o Rubro-Negro saiu na frente no placar, mas sofreu o empate e teve um pênalti contra marcado já nos acréscimos, que determinou a derrota para os gaúchos.

Na partida diante do Cruzeiro, o Rubro-Negro impôs um ritmo forte e foi buscar a vitória desde o começo. E não demorou para que os donos da casa abrissem o placar. Bruno Guimarães lançou com perfeição para Marcelo Cirino, que saiu na cara do goleiro Fábio e mandou para o fundo das redes.

+ Veja como foi o jogo entre Atlético e Cruzeiro!

Aos 21, o Furacão ampliou com Raphael Veiga. Nikão subiu pela esquerda e passou para o camisa 7, que livre na marca do pênalti, marcou.

Na volta da segunda etapa, o lateral-direito Jonathan foi substituído com fortes dores na coxa esquerda. Fazendo tratamento com gelo já no banco de reservas, o jogador será avaliado para ver a gravidade da lesão.

Na segunda etapa o Furacão continuou sendo superior e assustando o Cruzeiro.

Aos 16, por muito pouco o Atlético não fez mais um. No rápido contra-ataque puxado por Nikão, Renan Lodi recebeu na esquerda e lançou para Raphael Veiga, que cabeceou, mas a bola foi por cima do travessão.

Marcelo abriu o placar na Arena. Foto: Albari Rosa.
Marcelo abriu o placar na Arena. Foto: Albari Rosa.

Se o Cruzeiro não conseguia criar nenhuma chance perigosa, quase marcou devido a uma falha do goleiro Santos. O arqueiro recebeu e tentou driblar Thiago Neves, mas o atacante do time adversário foi firme dar “o bote” e quase recuperou a bola. Santos conseguiu ser muito rápido e afastou a tempo.

Em um jogo em que o Atlético dominava e não corria risco, os jogadores dos dois times passaram a se desentender diversas vezes. Foram onze cartões amarelos distribuídos ao longo dos 90 minutos.

+ Confira a tabela e a classificação do Brasileirão!

Sem criar mais chances, o Atlético soube segurar o placar e garantir três importantes pontos no Brasileirão.

O próximo compromisso do Atlético pelo Campeonato Brasileiro será na quarta-feira (14), contra o Vasco, em São Januário. A partida começa às 19h30.

Ficha técnica

CAMPEONATO BRASILEIRO
2° Turno – 33ª Rodada

Atlético 2×0 Cruzeiro

Atlético
Santos; Jonathan (Diego Ferreira), Thiago Heleno, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington, Bruno Guimarães (Camacho) e Raphael Veiga; Nikão, Marcelo Cirino (Rony) e Pablo.
Técnico: Evandro Fornari 

Cruzeiro
Fábio; Edílson (Lucas Romero), Manoel, Léo e Egídio; Henrique, Ariel Cabral; Robinho (Barcos), Thiago Neves e Arrascaeta; Raniel (Rafael Sóbis).
Técnico: Mano Menezes

Local: Arena da Baixada
Árbitro: Anderson Daronco (FIFA-RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Michael Stanislau (RS)
Gols: Marcelo Cirino, aos 9’, Raphael Veiga, aos 21’ do 1ºT (CAP);
Cartões amarelos: Jonathan, Wellington, Léo Pereira, Bruno Guimarães (CAP); Henrique, Manoel, Edílson, Lucas Romero, Ariel Cabral, Rafael Sóbis, Arrascaeta (CRU)
Público: 8.641 
Renda: R$ 174.170,00

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!