Querendo consolidar sua permanência fora da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, o Atlético recebe hoje o Vasco na Arena da Baixada, a partir das 19h30. Será o 11º jogo do técnico Tiago Nunes à frente do Rubro-Negro e nesse período o treinador acumula a positiva marca de cinco vitórias, quatro empates e apenas uma derrota, ou seja, um aproveitamento de 63,3% até aqui. A partida será válida por uma rodada em atraso que o Furacão acumulava, a 15ª. Ainda há um jogo para ser colocado em dia, o confronto com a Chapecoense referente à 20ª rodada, que só acontecerá no dia 13 de setembro. Vencer esses jogos adiados é fundamental para que a equipe consiga deixar pra trás a fase ruim e vislumbrar a ponta da tabela.

Ainda que esteja embalado por uma série de resultados positivos – são sete jogos de invencibilidade -, o treinador atleticano sabe que não terá ‘vida fácil‘ diante dos cariocas.

“É outro confronto difícil. O Vasco vem de um empate com o Atlético Mineiro e uma vitória em casa”, disse o treinador, lembrando que o time cruzmaltino está, aos poucos, conseguindo reabilitação do campeonato. Ainda assim, Nunes destaca que o Rubro-Negro vai para cima dos adversários e conta com o fator casa para pressionar.

“Tem a recente mudança de treinador (deles), que motiva os atletas. É uma equipe muito tradicional e está crescendo de produção. Nós estamos em um nível alto de confiança. Dentro de casa, com o apoio do torcedor, criamos a expectativa de jogar bem e buscar a vitória”, pontuou o comandante atleticano.

Para este jogo, Tiago Nunes não conta com o meia-atacante Nikão, suspenso por receber o terceiro cartão amarelo. A opção para a vaga deve ser Bruno Nazário, que já vestiu a camisa atleticana por seis vezes desde que chegou ao Furacão no período pós-Copa, mas nunca esteve entre os titulares. Nazário deu o passe para que Jonathan marcasse o segundo gol do Atlético na vitória sobre o Grêmio, por 2×1, na última rodada.

LEIA TAMBÉM NA TRIBUNA: EX-VEREADOR DE CURITIBA, PROFESSOR GALDINO É ESPANCADO NO CENTRO

“Estou muito feliz de estar ajudando o grupo. Se eu for escolhido, tenho que me esforçar ao máximo”, disse o jogador que deve fazer sua estreia entre os 11 iniciais.

Seguem no departamento médico e ainda não podem ser acionados pelo treinador o atacante Marcelo Cirino, e o zagueiro Thiago Heleno. Paulo André participou da última atividade do time antes do compromisso, mas ainda é dúvida para o duelo.

CONFIRA A TABELA E A CLASSIFICAÇÃO DO BRASILEIRÃO!

Tiago Nunes ressaltou que o triunfo sobre os gaúchos no último final de semana foi crucial para que o elenco rubro-negro pudesse seguir na competição em uma área mais confortável e vai buscar manter a sequência positiva.

“Esse foi o primeiro passo, para que a gente pudesse crescer individualmente e depois de maneira coletiva, sem oscilação de performance. Isso tem acontecido. Agora, é ter a capacidade para manter essa regularidade”, finalizou o comandante.

FICHA TÉCNICA
29/08
BRASILEIRÃO

2º Turno – 15ª Rodada

ATLÉTICO X VASCO

Atlético
Santos; Jonathan, Léo Pereira, Zé Ivaldo e Renan Lodi; Wellington, Lucho González e Raphael Veiga; Bruno Nazário, Pablo e Marcinho.
Técnico: Tiago Nunes

Vasco
Martín Silva; Lenon, Luiz Gustavo, Bruno Silva e Henrique; Desábato, Raul e Andrey; Yago Pikachu, Andrés Ríos e Wagner.
Técnico: Alberto Valentim

Local: Arena da Baixada
Horário: 19h30
Árbitro: Rodrigo D’alonso Ferreira (SC)
Assistentes: Helton Nunes (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC)

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!