paranaense

Eficiente, mas sem empolgar, o Atlético abriu com vitória sua caminhada na Taça Caio Júnior, a segunda fase do Campeonato Paranaense. A vitória por 1×0 sobre o União, sábado (3), na Arena da Baixada, provou que o Furacão está recuperado da eliminação na semifinal do primeiro turno do Estadual, há duas semanas, depois de liderar de ponta a ponta a primeira etapa do torneio. Os três primeiros pontos foram conquistados com certa dificuldade, já que a equipe do técnico Tiago Nunes apresentou algumas fragilidades ofensivas e quase se complicou diante de um dos piores times do Paranaense.

Para este primeiro compromisso do segundo turno do Estadual, o Atlético contou com alguns reforços do time principal e que foram fundamentais na conquista da vitória suada diante do União. O volante Bruno Guimarães e o meia Matheus Anjos desceram à equipe de aspirantes do Furacão e fizeram a diferença no jogo, sobretudo no primeiro tempo.

O Atlético, na verdade, dominou totalmente as ações nos primeiros 45 minutos. O União, frágil tecnicamente, limitou-se apenas em marcar. Depois de perder pelo menos quatro grandes chances, o Furacão conseguiu abrir o placar somente aos 37 minutos. Matheus Anjos, com maestria, deixou João Pedro livre para bater na saída do goleiro Marcos Paulo e abrir o marcador.

Ederson não rendeu e reclamou muito. Foto: Albari Rosa
Ederson não rendeu e reclamou muito. Foto: Albari Rosa

“O João Pedro rendeu bem ali, tanto que foi por ali que conseguiu fazer a infiltração e o gol. Eles têm muita liberdade de troca. O João pode jogar mais por trás da linha da bola, os dois têm bola longa, passe curto, e sabem jogar de costas, mas se sentem à vontade quando estão de frente para o jogo”, avaliou o técnico Tiago Nunes.

Quem pensou que o Atlético, a partir do gol marcado, teria mais espaços para atacar e construiria a vitória com facilidade, se enganou. No segundo tempo, o União voltou mais ofensivo, adiantou suas linhas de marcação e impôs dificuldades ao Furacão. Se não fosse o goleiro Caio, o time atleticano teria, certamente, a sua vitória comprometida na largada do segundo turno do Estadual.

O técnico Tiago Nunes não escondeu a preocupação com a falta de eficiência do Atlético nas conclusões das jogadas, mas destacou o poder de criação da equipe rubro-negra durante a partida. O comandante atleticano enalteceu a importância dos três pontos na briga do clube para conseguir a classificação para a semifinal da Taça Caio Júnior.

Confira tabela e classificação do Campeonato Paranaense!

“Claro que temos que melhorar a nossa finalização. Quando você cria as chances, mas não aproveita, a equipe adversária pode acreditar e arriscar mais. Satisfeito pela produção ofensiva, pela quantidade de chances criadas e fluidez, com qualidade de passe e marcação. Iniciamos com o pé direito, dando um passo importante com relação a nossa classificação”, concluiu o treinador.

O Atlético encara agora outro time que não está bem na disputa do Campeonato Paranaense. O Furacão, encara o Prudentópolis pela segunda rodada, nesta quarta-feira (7), às 20h, no interior do Estado. Um resultado positivo neste compromisso deixará o time rubro-negro com a classificação encaminhada à semifinal da segunda parte do Estadual.

FICHA_ATLETICO_x_UNIÃO-1