Uma das peças fundamentais para fazer o esquema do técnico Fernando Diniz funcionar no Atlético tem sido o goleiro Santos. Muito acionado pelos companheiros, principalmente os que compõem o setor defensivo, o arqueiro já se sente à vontade para usar os pés na armação de novas jogadas.

“Nossa equipe vem se adaptando, foram apenas três meses de trabalho com o Diniz e nesse tempo a equipe evoluiu muito nesse quesito de sair jogando, de usar todo mundo pra jogar e eu tenho me adaptado muito bem”, explicou.

No Atlético desde 2008, quando ingressou no time nas categorias de base, foram necessários dez anos para que Santos pudesse ter a chance de se firmar na titularidade.

“Ele (Fernando Diniz) tem me ajudado muito. Ele é um cara que cobra bastante os atletas e comigo ele tem cobrado, porque sabe do meu potencial. Nossa equipe está crescendo e junto com ela eu estou crescendo também”, comentou o goleiro.

Confira a tabela e a classificação do Brasileirão!

No último jogo, que aconteceu no dia 22, o Furacão suou a camisa para segurar um 0x0 com o Grêmio, em Porto Alegre. Muitos atletas relataram a dificuldade física do elenco na partida, já que três dias antes haviam feito uma partida muito desgastante contra o São Paulo, na Copa do Brasil. Santos garantiu que a equipe vai se esforçar ao máximo para manter o bom rendimento conquistado até aqui.

“Claro que ter jogo que nossa equipe não vai atuar da forma que queríamos, mas estamos preparados para todas as situações, tanto defender como atacar. Temos demostrado isso, como no jogo do São Paulo ou Grêmio”, finalizou.