Rio de Janeiro – O Atlético vai mesclar jovens e experientes no time que enfrenta o Flamengo nesta quarta-feira (12), às 21h45, no Maracanã, pelo Grupo 4 da Copa Libertadores – a RPC transmite a partida. Sem contar com o volante Otávio, os meias Carlos Alberto e Felipe Gedoz e o atacante Pablo, e com o atacante Grafite sem condições de atuar 90 minutos, o técnico Paulo Autuori vai apostar nos garotos para repor a ausência dos titulares.

“Eu ainda estou avaliando algumas situações”, despistou o treinador rubro-negro, na entrevista concedida na tarde desta terça (11) na zona mista do Maracanã, antes do treino de conhecimento do gramado (“horrível”, segundo Autuori). Ele confirmou que Grafite não começará jogando. “Ele vem há muito tempo sem jogar, e não podemos colocá-lo numa situação de risco. Este jogo é importante, mas não é decisivo”, explicou o treinador.

Assim, deverá mesmo ser Crysan o jogador a atuar mais próximo de Eduardo da Silva no ataque atleticano. “O professor (Paulo Autuori) ainda não disse nada para a gente”, admitiu o atacante. “Eu também tenho a opção do Douglas Coutinho”, preferiu falar o técnico. Como foi testado no jogo de ida das semifinais contra o Paraná Clube, Crysan é o favorito para jogar.

No meio, Deivid e Matheus Rossetto estão confirmados, e fica a dúvida quanto à utilização ou não de Lucho González. O argentino ficou treinando em separado – apenas corria enquanto os outros jogadores treinavam arremates a gol no período em que o trabalho foi aberto para a imprensa. Mas a tendência é que Lucho jogue, apesar de João Pedro estar de sobreaviso.