Enquanto os outros times podem alegar pouco tempo de preparação e sequência exaustiva de jogos que podem prejudicar o início no Campeonato Brasileiro, o Atlético conta com um ‘respiro‘ para se organizar para a competição. Enquanto o time de aspirantes vivencia a intensidade do Estadual, a equipe principal treina em separado e com certa tranquilidade, com o foco somente nas disputas de maior expressão.

Comandado por Fernando Diniz, o elenco ‘A‘ fez até o momento, desde o início desta temporada, apenas três partidas oficiais pela Copa do Brasil e um amistoso com a equipe reserva do Corinthians. Para se ter uma ideia do período ‘extra‘ para os trabalhos, o time teve quase um mês até sua estreia e, em seguida, esperou 22 dias por seu segundo jogo. Já entre os dois compromissos com o Ceará, o intervalo foi de 15 dias, tendo, na sequência, mais 27 dias até a estreia na Copa Sul-Americana, contra o Newell’s Old Boys, da Argentina.

Um fato que chama a atenção sobre o Furacão que disputará o Brasileirão, é que, até o momento, está invicto. No primeiro compromisso do ano, contra o Caxias, no dia 30 de janeiro, o time saiu com um empate em 0x0. No segundo confronto da temporada, que aconteceu em 21 de fevereiro, venceu o Tubarão-SC por 5×4. No terceiro duelo, contra o Ceará, no dia 28, o placar ficou zerado.

Enquanto Diniz conta com o tempo para ajustar o elenco ao seu modelo de jogo, o Rubro-Negro que entrou em campo no Paranaense, sob o comando de Tiago Nunes, pôde ser testado. A espécie de ‘peneira‘ acontece para que o trabalho seja potencializado, uma vez que apenas os atletas aprovados sejam promovidos. Alguns jogadores que vêm se destacando ao longo da competição regional, provavelmente serão aproveitados no principal, como os meias João Pedro, Matheus Anjos, Marcinho e Felipe Dorta e o volante Bruno Guimarães. Todos eles, inclusive, já treinaram com o comandante da equipe principal.

O técnico Fernando Diniz chegou no início deste ano no clube e será no Brasileirão, devido à frequência maior de jogos, que poderá finalmente provar do que é capaz. Conhecido por implantar nos times em que comandou um jogo mais propositivo, com muita posse de bola e troca constante de passes, o treinador quer intensidade de seu elenco. seja qual for a competição.

“Um dos fundamentos do nosso time é que a gente consiga o tempo todo, do início ao fim do jogo, tentar fazer o resultado positivo em todas as partidas que pudermos jogar”, ressaltou ele.

O primeiro jogo do Atlético no Campeonato Brasileiro será contra a Chapecoense, na Arena da Baixada.