O Atlético iniciou na última terça-feira a preparação para o duelo contra o Santos, que acontece neste sábado, às 21h, na Vila Belmiro. Para esta partida, o técnico Fabiano Soares terá as voltas do zagueiro Paulo André, recuperado de uma lesão muscular, e do meia Guilherme, que cumpriu suspensão na vitória por 3×1 sobre o Fluminense. Peças que deixarão o treinador contar com praticamente sua ‘base titular’ diante do Peixe.

Desde que estreou na beira do gramado, Soares dirigiu o Furacão em dez partidas pelo Brasileirão. Neste período, 22 jogadores tiveram pelo menos uma oportunidade de começar jogando. Mesmo assim, uma espinha dorsal praticamente foi definida pelo comandante rubro-negro, que terá quase todas elas à disposição.

A única ausência será o zagueiro Thiago Heleno, que cumprirá suspensão. O General jogou sete partidas com o treinador, mesmo número que Paulo André, e apenas uma a mais que Wanderson, que deve ser titular contra o Santos. A zaga, aliás, é o setor que mais teve trocas neste período, com o trio se revezando rodada após rodada.

O único que atuou nos dez jogos foi o goleiro Weverton, seguido pelo meia Nikão, com nove participações, o volante Pavez, com oito, e os zagueiros Thiago Heleno e Paulo André e o meia Sidcley, com sete. Destes, apenas Sidcley perdeu espaço.

O jogador foi titular por um bom tempo na lateral-esquerda, mas desde a chegada de Fabrício, que começou jogando as últimas seis partidas, passou a disputar uma posição no meio-campo, que é o setor mais rodado. Por ali já passaram também Pablo (cinco partidas), Lucas Fernandes (três), Douglas Coutinho (2) e Felipe Gedoz (1). Mas todos praticamente disputam uma vaga, uma vez que, além de Nikão, Guilherme também se consolidou na base de Fabiano Soares.

Confira a tabela completa do Brasileirão!

Principal armador do Atlético, o camisa 17, desde que virou titular, não saiu mais. Nas últimas sete rodadas, jogou seis. Só ficou de fora por conta do terceiro cartão amarelo.

No ataque, Ribamar, com seis jogos, vem sendo mais utilizado que Ederson, e, após o gol sobre o Fluminense, parece ter conquistado a vaga de vez. Já na lateral-direita Jonathan, titular cinco vezes, só não entrou em campo quando estava lesionado.

Vaga aberta

Mas a posição que mais está em aberto é a de segundo volante. Apesar de a função de ponta pela direita ter cinco candidatos, é na marcação que o treinador tem mais dúvidas. Ao lado de Pavez, já jogaram Lucho González, em cinco oportunidades, e Matheus Rossetto e Eduardo Henrique, com quatro atuações cada um.

Pelas declarações do comandante rubro-negro, Lucho larga na frente com uma certa preferência, pela experiência e posicionamento, enquanto Rossetto tem a seu favor a força ofensiva, por aparecer mais no ataque e arriscar mais chutes.

De qualquer maneira, Fabiano Soares já tem em mente a formação ideal e seus ‘intocáveis’. As dúvidas vão ser definidas de acordo com o rendimento ao lado das novas peças que, desde que chegaram, também ajudaram o Furacão a se aproximar do G6 do Brasileirão.

Confira todos os titulares de Fabiano Soares:

Jogador Jogos
Weverton 10
Nikão 9
Pavez 8
Paulo André 7
Thiago Heleno 7
Sidcley 7
Guilherme 6
Fabrício 6
Ribamar 6
Wanderson 6
Jonathan 5
Lucho González 5
Pablo 5
Eduardo Henrique 4
Matheus Rossetto 4
Cascardo 3
Ederson 3
Lucas Fernandes 3
Douglas Coutinho 2
José Ivaldo 2
Felipe Gedoz 1
Otávio 1