Depois de empatar em 2×2 com o Corinthians, no último sábado, fora de casa, o Atlético volta a campo hoje, às 21h, quando recebe o Botafogo, na Arena da Baixada, em confronto que vai marcar a estreia do técnico Fabiano Soares no banco de reservas da equipe. Apresentado na semana passada, o treinador só conseguiu comandar atividades, mas viu os confrontos contra Cruzeiro e o clube paulista de um camarote.

Agora, diante do time carioca, ele terá a primeira oportunidade de dirigir o Furacão ao longo dos 90 minutos, já impondo seu estilo de jogo. E a promessa é de um time com muita intensidade e indo para cima do adversário.

“Se a gente não tem intensidade, acabamos sendo vulneráveis e levando os gols. Para ganhar do Atlético, uma equipe terá que fazer muito mais do que já está fazendo. Eu entendo que com intensidade e agressividade, a equipe fica menos vulnerável e consegue melhores resultados”, afirmou Fabiano.

O empate com o líder Corinthians foi um ponto fora da curva do Rubro-Negro nos últimos dias. Nas últimas seis partidas – contando Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores -, o Atlético somou apenas dois empates e quatro derrotas. Uma sequência que complicou o clube nos torneios de mata-mata e o derrubou para mais perto da zona de rebaixamento.

Uma fase complicada, mas que não assusta. Para o atacante Pablo, o Furacão já provou anteriormente que pode se recuperar de momentos difíceis – como foi na classificação para as oitavas de final da Libertadores, ao ganhar da Universidad Católica no Chile – , mas que precisa agora aproveitar os bons momentos para embalar e brigar na metade de cima da competição. Para isto, aposta no fator casa.

Confira a tabela completa do Brasileirão!

“Nosso time sabe reagir. Em um momento difícil a gente sabe reagir, mas agora temos que saber agir também e seguir quando estivermos em uma boa fase. Sabemos que nem sempre vamos vencer todos os jogos. Tenho certeza que estes próximos dois jogos em casa serão fundamentais para isso e vamos mostrar que aprendemos a agir. Temos que ser humildes, colocar os pés no chão e trabalhar muito para parar com esta oscilação”, destacou ele.

Depois do Botafogo, o Atlético recebe a Ponte Preta, no domingo, mais uma vez na Arena. Contra o alvinegro carioca, que vem se destacando por atuar de maneira fechada, e contra a Macaca, que briga contra o rebaixamento, certamente serão duas oportunidades pra mostrar que o time melhorou o ataque e está mais ofensivo, para, enfim, acabar com o jejum de vitórias.

FICHA TÉCNICA

BRASILEIRÃO
1º Turno – 15ª rodada

ATLÉTICO X BOTAFOGO

Atlético
Weverton; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Eduardo Henrique, Lucho González, Nikão e Pablo; Ederson.
Técnico: Fabiano Soares

Botafogo
Jefferson; Luis Ricardo, Carli, Igor Rabello e Gilson; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes, Bruno Silva e João Paulo; Rodrigo Pimpão e Roger.
Técnico: Jair Ventura

Local: Arena da Baixada
Horário: 21h
Árbitro: Anderson Daronco (RS-FIFA)
Assistentes: Rafael Alves da Silva (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)