Um texto do presidente “afastado” do Conselho Deliberativo do Atlético, Mário Celso Petraglia, foi divulgado nas redes sociais e resume o sentimento do cartola diante da revolta da torcida por conta do empréstimo da Arena da Baixada para o Paraná Clube – e a consequente quebra do recorde de público realizada na partida de terça-feira (3), diante do Internacional, quando 39.414 pessoas acompanharam a vitória tricolor. Entre críticas aos torcedores e defesas do projeto que lidera, Petraglia pede “lucidez” a quem o ataca.

O texto foi divulgado por Juliano Lorenz Oscar, o Fusketa, torcedor do Atlético e blogueiro, no seu perfil do Twitter. A longa mensagem é dirigida a um único torcedor, mas tem um formato de “resposta padrão”, valendo para o emissário original – mas também para quem tivesse a mesma opinião que ele.

Apesar de oficialmente afastado, Petraglia segue ditando as regras no Furacão. Fora oficialmente desde 19 de julho, o dirigente é parte decisiva – ou única – em ações posteriores do clube, como a proibição de todos os materiais da torcida organizada Os Fanáticos e o reajuste no preço das mensalidades para sócios do setor FAN (onde a imensa maioria é de integrantes da facção). Além disso, há duas semanas o cartola esteve em duas atividades oficiais – a assinatura da “lei da cerveja”, no gabinete do governador Beto Richa, e uma reunião com a deputada Maria Victória, para tratar de biometria nos estádios.

Confira a classificação do Campeonato Brasileiro!

E, talvez o mais importante no momento, foi com Mário Celso Petraglia que o empresário Carlos Werner, principal investidor do Paraná Clube, se reuniu para definir o aluguel da Arena para o Tricolor. E o acerto teve como premissa a liberação para todos os materiais da torcida paranista e sem a exigência da biometria.

Tudo isso gerou uma onda de protestos, inicialmente nas redes sociais, depois nos jogos do Atlético e finalmente na manifestação da torcida organizada (e engrossada por torcedores comuns) na praça Afonso Botelho, antes da partida do Furacão diante do Atlético-MG, no último domingo (1).

Leia a mensagem de Mário Celso Petraglia:

Quis a história que fôssemos nós os responsáveis por isso! Não só não deixamos morrer, fechar as portas, acabar, como o que está acontecendo com dezenas de clubes que era muito mais fortes que nós em 1995, caso da Portuguesa de Desportos e outros, como transformamos o nosso Furacão de um clube de bairro em um dos maiores clubes das Américas!
Triste ficamos nós, que depois de tudo isso, de mais de 20 anos de luta, dedicação e muito trabalho vemoz por pequenez, por egoísmo, por pecados que não deveriam pertencer a alma do nosso torcedor, críticas, e sofrimentos sem nenhum cabimento ou razão acontecer em nossos torcedores!
Meu caro, sou sócio faz 50 anos, ajudo este clube desde 1972 com grana para que não fechasse as portas, sempre vivendo de forma medíocre e miserável…
O Paraná Clube nasceu gigante, fusão de vários clubes, quando pensavam que iríamos acabar nós renascemos e eles ricos e grandiosos foram minguando, e neste mesmo período que crescemos eles empobreceram a tal ponto que estão há 10 anos na 2ª divisão tentando subir e ficar no grupo a qual pertencemos desde 1995… (faço uma ressalva, caímos em 2011 quando da administração + chuteiras que prometeu e fez o que nossa torcida queria e buscava pensando que seria mais feliz daquela forma!).
O PC está num momento de motivação, na busca da sobrevivência e recuperação, por esta razão os 40K presentes a preço de R$ 30,00 o ingresso, lembro, o que paga a conta é renda e não público!
O futebol mudou, hoje é milionário, quem não tiver caixa não ganhará nada, nossa luta é nesse sentido, no entanto, vemos e sentimos a falta de visão e controle de parte da nossa torcida sofrendo e sentindo ódio por motivos fúteis e sem nenhum significado maior!
Quem sabe você e a maioria queiram a volta do atlético de novo, o velho e derrotado clube que quando vencia um atletiba fazia passeata na Rua 15 com elefantes!
O nosso Furacão é das Américas, o que já disputou 5 Libertadores sendo uma vez Vice Campeão porque nos tiraram do nosso estádio!
Estamos de consciência tranquila e segura que fazemos o que entendemos ser melhor para a Institução Atlético, o tempo é o senhor da razão.
Examine sem paixão, sem sentimentos negativos, com controle e lucidez e veja se alugarmos nosso estádio para outro clube nos trouxe alguma mal (sic) ou causou algum prejuízo fora o que nossos pecados capitais que nos assaltam e dominam!
Uma boa noite e durma pensando na grande fase do Senhor: É dando que se recebe!
SRN
Mário Celso Petraglia

carta pet