Demorou, mas finalmente o time misto do Atlético, que vem representando as cores do Furacão no Campeonato Paranaense, desencantou. E a garotada segue com moral para o próximo compromisso do time pelo Estadual, amanhã, às 20h, contra o Foz. O desejo é manter o ritmo para subir na tabela de classificação. Hoje o Atlético está em oitavo. Já o adversário somou apenas um pontinho até agora. Por isso, deve ir com tudo em busca da primeira vitória.

No lado atleticano, foram três empates e uma derrota antes da vitória contra o Coritiba na quarta-feira. O adversário, no entanto, acabou dando uma proporção maior à conquista da garotada. Afinal, vencer o arquirrival sempre dá um gostinho a mais, especialmente para aqueles que nunca tinham jogado o maior clássico do Estado pelo time principal.

Foi o caso dos zagueiros José Ivaldo e Jacy, dos volantes Renan Paulino e Luiz Otávio e do atacante Luís Henrique, que sentiram a emoção de vencer um Atletiba pela primeira vez.

“Inicialmente sofremos um pouco para conter a vontade do adversário, mas soubemos aproveitar as falhas deles e com muita aplicação aproveitamos bem as oportunidades que tivemos para matarmos o jogo. Estamos todos de parabéns pelo que apresentamos. Fiquei feliz com a oportunidade, saí satisfeito com a minha atuação e me coloco sempre à disposição” disse Paulino.

Se para os estreantes a vitória já foi emocionante, para Douglas Coutinho teve sabor de reencontro com a torcida, depois de uma temporada emprestado. No clássico, Coutinho chegou aos 95 jogos como profissional do Furacão. Apesar da dúvida ter pairado no segundo gol, o tento foi creditado a ele, o que o deixou ainda mais animado para os próximos desafios. “Eu fiquei muito feliz. Não tem como explicar esta sensação. O mais importante foi a nossa dedicação em campo. Consegui atuar o jogo inteiro e tenho me sentido muito bem. Nestes jogos temos que provar nosso potencial e fizemos isso”.

Revelado nas categorias de base do Atlético, Coutinho tem acumulado elogios do técnico Paulo Autuori. “Fiquei feliz demais. É sinal que ele tem gostado do meu trabalho. Aproveito para aprender com pessoas mais experientes como ele e os demais jogadores”, concluiu o atleta.

Os preparativos para o compromisso contra o Foz do Iguaçu serão encerrados na manhã de hoje no CT do Caju, de onde os relacionados seguem para o oeste paranaense. Enquanto os meninos partem para o desafio, o time principal segue na preparação para o jogo desta terça-feira, contra o Universidad Católica, pela fase de grupos da Libertadores.