O atacante Walter, que viveu bons momentos com a camisa do Atlético e foi desligado do clube na semana passada, desembarcou no final da manhã desta segunda-feira (22) e já vestiu a camisa do Goiás, que está em situação difícil na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. O jogador foi recebido no Aeroporto de Goiânia nos braços da torcida do time esmeraldino, onde é ídolo e, atualmente, chega como a grande esperança do clube para deixar as últimas colocações da segunda divisão.

Walter desembarcou em Goiânia com muita festa do torcedor do Goiás. O jogador, que era ovacionado nas partidas realizadas na Arena da Baixada, ouviu os gritos de “Ole, ole, ole, ole, Walter, Walter” agora da torcida alviverde. A empolgação foi tanta dos torcedores do time goiano que chegaram a pedir o jogador na seleção brasileira, comandada agora pelo técnico Tite.

Walter, depois de fazer uma boa temporada pelo Atlético no ano passado, apesar de enfrentar problemas com seu peso, chegou a acertar com o Sport, no início do ano, mas voltou atrás e decidiu renovar seu vínculo com o Furacão. O time atleticano, que era responsável por pagar ao Porto o valor do empréstimo do jogador, deixará com o Goiás a responsabilidade desses valores. A equipe goiana, que fez contrato com Walter até dezembro de 2017, adquiriu 10% dos direitos econômicos do centroavante.

A saída do atacante do Walter do Atlético, oficializada na semana passada, ainda rende muitas especulações nos bastidores. Enquanto Walter, em entrevista à rádio Transamérica, admitiu que foi pego de surpresa e que não gostaria de sair do Furacão, o presidente do Furacão, Luiz Sallim Emed garantiu que a opção de retornar ao clube goiano foi do próprio jogador. Junto com o atacante, participaram da debandada atleticana, na semana passada, o meia Vinicius, que foi para o Náutico, e o diretor de futebol Paulo Carneiro.