Enquanto a torcida se sentia em casa, o Atlético se comportou como time visitante e pagou pela apatia, principalmente no primeiro temo, na derrota por 2 a 1 para o Grêmio na noite desta quarta-feira (16), no Estádio Couto Pereira. O jogo na casa do rival Coritiba, forçado pelo show do roqueiro inglês Rod Stewart nesta quinta (17), na Arena da Baixada, foi o quarto sem vitórias do Furacão no Brasileirão.

Sob vaias da torcida e críticas pelo rodízio de jogadores que tem feito por causa do desgaste físico, o técnico Milton Mendes vê o time perder posições na tabela. A sequência ruim derrubou o time da 4ª para a 9ª colocação, com 38 pontos. Pela gordura acumulada até aqui, a diferença de pontos para o G4 se mantém em três, pelo menos até esta quinta-feira. São Paulo e Flamengo podem piorar a situação atleticana na tabela se vencerem Chapecoense e Coritiba, respectivamente.

O atacante Walter, que jogou os 90 minutos, tentou explicar o criticado rodízio promovido por Mendes. “Ele está vendo quem está melhor de perna, pois jogos quarta, domingo, sábado, quinta fica difícil”, afirmou o atacante. Para ele, o Atlético está na mesma fase ruim que outros times têm enfrentado no campeonato.

“Todos os times passam por isso. Agora somos nós, com quatro jogos. Veja o Fluminense que não vence há sete jogos. É normal essa queda. No primeiro tempo eles mereceram ganhar, mas no segundo jogamos muito bem”, avaliou o centro-avante, que passou em branco diante do Grêmio, já que o gol solitário do Atlético saiu dos pés de Ewandro. Aos 33 minutos do segundo tempo, o jovem atacante recebeu na área de Otávio, dominou, girou e fez.

O Furacão pagou pelo primeiro tempo apagado. As mudanças feitas por Mendes não deram resultado e o time só conseguiu se reorganizar quando ele pôs em campo o time que era especulado para ser o titular.

Incomodado com a sequência tropeços – nos últimos três jogos empatou dois, contra Joinville e Figueirense, e perdeu para o lanterna Vasco – e pensando no bem-estar físico do time, Mendes fez mudanças na equipe. Ytalo começou no lugar de Ewandro e Roberto na vaga de Sidcley. Sem Nikão, suspenso, Hernani começou na meia-cancha.

Previsível, o time não conseguiu criar jogadas eficientes, enquanto via um Grêmio organizado e paciente. Na primeira jogada bem trabalhada pelo adversário, o gol saiu ao natural. “Foi a primeira bola bem trabalhada, com triangulação e troca de passes. Se tivéssemos mais tranquilidade poderemos fazer mais gols”, disse Douglas, autor do primeiro gol gremista, aos 31 do primeiro tempo.

Logo após o segundo gol gaúcho, marcado por Luan, no primeiro minuto da segunda etapa, o treinador rubro-negro fez a segunda mudança. Com o meia Hernandez no lugar do volante Deivid, a equipe melhorou. Com Sidcley no lugar de Roberto, o time se consolidou e pressionou, até Ewandro diminuir.

“Entramos mal no primeiro tempo, mas no segundo fomos para cima e consegui o gol. Infelizmente não deu para conquistar o resultado positivo, mas tentamos de tudo. Agora temos que trabalhar para a próxima partida”, disse o atacante Ewandro. No domingo (20), às 18h30, também no Couto, o Furacão encara o rival Coritiba no clássico Atletiba.

Craque: Luan

Sem jogar com um atacante fixo, o Grêmio depende da movimentação de sua dupla de ataque para criar espaços. Luan soube aproveitar as brechas criadas na marcação, fez um gol e deu assistência para o outro.

Bonde: Ytalo

Escalado para jogar na função de Nikão, o atacante ficou isolado na ponta esquerda, totalemnte perdido durante os pouco mais de 40 minutos que ficou em campo. Foi sacado ainda na primeira etapa por Milton Mendes.

,

Guerreiro: Douglas

Comandante do meio de campo gremista, Douglas conduziu a equipe ao campo de ataque, articulou as jogadas e ainda apareceu na área para marcar o primeiro gol do jogo.

Chave do jogo

A estratégia de forte marcação e contra-ataques gremista deu resultado e o Atlético pouco ameaçou o adversário. O Furacão errou muitos passes, se entregou à marcação e só foi buscar jogo quando o placar já estava 2 a 0 para o Grêmio.

Gols
1º Tempo

0 x 1 – 31 min.: Jogada trabalhada na entrada da área atleticana, Luan recebe na meia lua e serve Douglas, que domina no meio da área e bate na saída de Weverton.

2º Tempo

0 x 2 – 1 min.: Otávio perde a bola na intermediária, Douglas enfia para Luan na área para o atacante bater por baixo do goleiro.

1 x 2 – 33 min.: Otávio toca para Ewandro na área, o atacante arruma, gira e bate no canto do goleiro.

Cartões

Amarelos: Otávio (A); Edinho, Tiago (G)

Próximos jogos

Atlético: Coritiba (fora); Ponte Preta (casa); São Paulo (fora)

Grêmio: Palmeiras (fora); Avaí (casa); Cruzeiro (fora)