O Atlético está a uma simples vitória de se classificar para as oitavas de final da Copa Libertadores. Vaga que pode ser confirmada nesta quarta-feira (2), quando o Furacão recebe o San Lorenzo, às 21h, na Arena da Baixada. E a força do estádio é uma das armas do Rubro-Negro.

Em quatro jogos como mandante na competição, o Atlético somou duas vitórias e dois empates. Além disso, a única vitória do time fora de casa no torneio foi justamente contra o San Lorenzo. Ingredientes que deixam a expectativa de mais uma vez casa lotada, principalmente por ser um confronto tão decisivo.

Números, inclusive, que fazem o atacante Eduardo da Silva colocar o Furacão como o favorito para o confronto, ainda mais pelo momento ruim que vive o adversário, que, se perder, estará eliminado da Libertadores. No entanto, o experiente jogador não quer a equipe afobada e pede respeito aos argentinos.

“Será uma final porque queremos nos classificar, mas, claro, com inteligência, não com aquela ansiedade. Vamos para o tudo ou nada amanhã. É o nosso último jogo em casa na fase de grupos da Libertadores. Claro, somos favoritos, mas respeitando o adversário”, destacou o atleta.