Entrando em uma reta decisiva na temporada, com fase final do Campeonato Paranaense e retomando a fase de grupos da Libertadores, o Atlético conta com o seu departamento médico para o técnico Paulo Autuori poder montar o time para a maratona de jogos. E o primeiro que pode ficar à disposição é o atacante Eduardo da Silva.

O jogador, apresentado oficialmente no final de fevereiro, ainda não conseguiu estrear com a camisa atleticana, por conta de uma lesão muscular, mas já está em reta final de recuperação e pode até ser relacionado para a partida contra o Paraná Clube, nesta quarta-feira (29), às 21h45, na Vila Capanema.

“O Eduardo vem evoluindo bem, fez um ultrassom no meio de semana, ainda está com um resquício de edema muscular e por isso resolvemos preservá-lo desta partida (contra o Cianorte)”, explicou o auxiliar-técnico Bruno Pivetti

Já o meia Carlos Alberto e os atacantes Grafite e Pablo, com dores, dificilmente reunirão condições de entrar em campo diante do Tricolor.

“O Carlos fez um procedimento esta semana, já diminuiu bastante a dor e essa semana ele deve começar o processo de transição do departamento médico para o campo. O Grafite teve diagnosticada uma lesão muscular e o Pablo está se recuperando bem de uma forte entrada contra o J. Malucelli”, acrescentou o auxiliar.

Confira a classificação do Campeonato Paranaense