Mais uma vez na véspera de eleição presidencial, o Atlético voltou a fazer uma manifestação política a favor do candidato do PSL, Jair Bolsonaro. No duelo com o Botafogo, neste sábado (27), na Arena da Baixada, o Furacão entrou em campo vestindo o uniforme especial feito pela fornecedora de material esportivo em homenagem à Espanha.

Confira o Tempo Real do duelo entre Atlético e Botafogo

O curioso é que a vestimenta, quando lançada, havia sido vetada pelo Rubro-Negro. Em abril, antes da Copa do Mundo, a Umbro havia feito uma ‘homenagem’ com os times brasileiros a algumas seleções que disputariam a Copa do Mundo de 2018. O Atlético ficou com a Espanha e a camisa ficou com as cores amarela e vermelha. No entanto, ela não não foi bem aceita pela torcida, que criticou bastante nas redes sociais.

Em cima disso, o Furacão soltou uma nota oficial na época avisando que o clube não havia aprovado o uniforme e que não utilizaria e nem comercializaria a camisa.

Nota do Atlético criticando uniforme foi apagada do site oficial do clube e das redes sociais. Foto: Reprodução
Nota do Atlético criticando uniforme foi apagada do site oficial do clube e das redes sociais. Foto: Reprodução

Porém, depois da decisão de usá-la diante do Botafogo, o próprio Rubro-Negro tirou a matéria do site oficial e a postagem das redes sociais, o que gerou uma revolta ainda maior nos atleticanos. Além disso, alguns torcedores relataram terem sido proibidos de entrarem na Arena com adesivos em apoio ao candidato Fernando Haddad, do PT.

https://twitter.com/lucasmastruz/status/1056328932021202944

De acordo com o clube, “O Atlético Paranaense entrará em campo com o seu uniforme amarelo na partida contra o Botafogo, neste sábado (27/10). A mudança de uniforme será realizada para lembrar a consciência cívica dos atleticanos e de todos os brasileiros, amanhã decidirão o futuro do nosso país. Após o jogo, as cores do Brasil vão pulsar no Estádio Atlético Paranaense. Neste momento da história brasileira, a participação consciente dos cidadãos é de extrema importância para o futuro de todos. Vamos todos juntos por amor ao Brasil!”.

Histórico

No dia 5 de outubro, o Atlético entrou em campo para a goleada por 4×0 sobre o América-MG, na Arena da Baixada, com uma camisa amarela com a frase “#vamos todos juntos por amor ao Brasil”, em alusão ao slogan de Bolsonaro. O clube, inclusive, foi multado em R$ 70 mil pelo Superior Tribuna de Justiça Desportiva (STJD).

O presidente do Conselho Deliberativo do Furacão, Mario Celso Petraglia, já havia prometido que faria um novo ‘ato de conscientização’, mesmo com a punição do STJD.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!