Cansado de não ter seus pedidos atendidos pela Federação Paranaense de Futebol, o Atlético decidiu protestar. E a forma que o Furacão encontrou para fazer seu protesto é colocar em campo, neste domingo (23), diante do Londrina, um time “reserva” para definir quem passa para a final do Campeonato Paranaense. O técnico Paulo Autuori vai escalar somente atletas que não atuarão no jogo da próxima quarta-feira (26), contra o Flamengo, pela Libertadores.

Na manhã desta sexta-feira (21), em entrevista coletiva, Autuori deu detalhes da sua decisão. “O meu lado pessoal diz que é um absurdo o que aconteceu conosco, com relação a tudo que tem passado nesta competição”, afirmou. “O recado que vamos mandar será dentro de campo, com uma equipe que não será a que vai jogar na quarta-feira. Vamos entrar com uma equipe nova em relação à idade”, completou Autuori.

“Esta decisão é da instituição, mas passa por mim. Não vou levar jogadores que vão enfrentar o jogo de quarta-feira”, continuou o técnico atleticano. “Já temos vários problemas de lesões. Não vamos, de maneira nenhuma, arriscar”, completou.

Para tranquilizar os torcedores, Paulo Autuori confirma que a equipe que vai encarar o Londrina, no Estádio do Café, no domingo (23), vai entrar em campo com muito seriedade e disposta a conquistar a vaga na decisão. “Para nós, será muito importante ganhar esta competição e vamos trabalhar para que isto ocorra, mas sabendo também da importância da outra competição que estamos envolvidos, que é a Libertadores”, disse.

Como foi expulso no último jogo diante do próprio Londrina, na Arena da Baixada, Paulo Autuori não vai comandar o time do banco de reservas, mas garante que vai viajar com a delegação e estará no Café para acompanhar a partida. “Vou viajar. Estarei lá, sem dúvidas”, contou. O auxiliar Bruno Pivetti é que comandar a equipe do banco de reservas.

Resposta

Paulo Autuori também aproveitou para responder ao gestor do Londrina, Sérgio Malucelli, que durante a semana ironizou a postura do treinador rubro-negro sobre o Campeonato Paranaense. “Me admira porque o Atlético, o Paulo Autuori, disse ganhar o Paranaense seria uma macha para o currículo, os jogadores também não queriam jogar, nesse caso, vamos manter o jogo para o domingo”, comentou Malucelli quando o Atlético pediu a antecipação do jogo por causa da partida pela Libertadores na quarta-feira (26). Autuori não deixou sem resposta. “Sérgio, no ano passado nem coloquei no meu currículo o título e nesse ano vou por no do Pivetti”, devolveu Autuori.

O Atlético viaja para Londrina neste sábado (22) à tarde.