A atuação do Atlético na goleada por 5×0 sobre o Avaí foi muito aprovada pela torcida, que aplaudiu bastante o time ao apito final e chegou até a gritar ‘olé’ no final do segundo tempo. O técnico Fabiano Soares também gostou do desempenho de seus comandados, mas não viu a equipe com outra postura, mas sim com outra atitude e com tranquilidade para construir as jogadas.

“A proposta de jogo é a mesma. Estamos jogando da mesma maneira fora e dentro de casa. Mas, desta vez, tivemos mais tranquilidade. Tiramos um caminhão das costas após a vitória sobre o Vasco e desta vez tivemos tranquilidade para jogar, com os gols saindo, ao contrário das outras vezes”, apontou o treinador.

Com uma partida convincente, Soares já projeta o Furacão com um futuro melhor. A goleada fez o Rubro-Negro pular para o 10º lugar, subindo quatro posições, e já vendo o G6 mais próximo. Agora, a diferença é de apenas cinco pontos. Mas, com essa distância ainda, sem contar os quatro pontos acima da ZR, o comandante atleticano evita uma euforia, apesar de destacar o trabalho do elenco e do clube como um todo.

“Os jogadores dando a vida, fazendo aquilo que pedimos, e a diretoria dando confiança, este time tem tudo para dar muito mais de si. Estamos muito felizes pelos três pontos, mas não acabou ainda”, disse o técnico.

Eduardo Henrique teve entrada em campo vaida pela torcida, mas acredita que isso foi fruto da campanha do time até então. Foto: Albari Rosa
Eduardo Henrique teve entrada em campo vaida pela torcida, mas acredita que isso foi fruto da campanha do time até então. Foto: Albari Rosa

Um grupo que foi muito elogiado pelo treinador. Com novas peças à disposição a cada jogo, além de outros que vão voltando de lesão, Fabiano Soares ressaltou que, rodada após rodada, o Atlético vai ganhando um elenco mais forte e homogêneo, com todos prontos para entrar em campo, sem se lamentar com ausências por lesões ou desgaste físico.

Confira a tabela completa do Brasileirão!

“Temos um plantel bom. Grandes jogadores não jogaram, mas a equipe correspondeu. Os jogadores que estão aqui podem jogar qualquer dia. Nós do staff e da direção sabemos que a equipe tem qualidade e jogando um ou outro, vamos bem”, completou.

Um deles foi o volante Eduardo Henrique. Assim que foi chamado para entrar em campo, alguns gritos de insatisfação tomaram conta da Arena. Mas os dois gols do jogador, os primeiros pelo clube, mudaram a situação.

“Quando o time está mal, sobra para todo mundo. Pudemos vencer aqui dentro, fizemos um excelente placar e eu pude marcar dois gols pela primeira vez. Espero que sejam os primeiros de muitos”, falou o camisa 6 atleticano.