O técnico Fabiano Soares pode estar se despedindo do Atlético neste domingo (3), na última rodada do Campeonato Brasileiro, contra o Palmeiras, na Arena da Baixada. Com pouco mais de 40% de aproveitamento, o comandante rubro-negro não é unanimidade entre a cúpula e uma eventual despedida pode estar diretamente associada ao iminente desligamento do gerente-geral Paulo Autuori, que indicou o treinador para o Furacão.

Apesar de não admitir a saída, Fabiano Soares diz que já tem uma decisão tomada com a diretoria no que se refere ao seu futuro no time.

“Temos um grande jogo no domingo, que temos que enfrentar e tentar ganhar. Então tudo o que é falado sobre minha vida particular ou profissional, eu não acho que venha ao caso neste momento. Depois do jogo, logicamente, eu já tomei a minha decisão e o clube também”, destacou ele, confirmando a informação da diretoria de que este tema só será levado à público depois do compromisso contra o Palmeiras.

Em relação ao desempenho no comando atleticano – em 25 partidas foram nove vitórias, cinco empates e 11 derrotas, com 42,6% de aproveitamento -, Fabiano Soares afirmou que sabe que cometeu algumas falhas, mas que uma análise do seu trabalho precisa ser feita internamento.

“A minha análise eu faço com a direção e logicamente não vou falar publicamente. Eu acho que essas coisas têm que ser resolvidas internamente. Se estamos nessa posição, logicamente falhamos em algumas coisas. Mas isso será resolvido no privado”, afirmou o técnico.

A diretoria já deixou claro que qualquer tratativa a este respeito só será anunciada a partir de segunda-feira (4), com o calendário de 2017 devidamente encerrado.