Assim que o Atlético divulgou, na manhã de quinta-feira (3), a lista de relacionados para o duelo contra o Avaí, que acabou com goleada por 5×0 para o Furacão, na Arena da Baixada, alguns nomes chamaram a atenção, como a estreia do lateral-esquerdo Fabrício, e as ausências do zagueiro Paulo André e dos meias Lucho González e Felipe Gedoz. Os dois primeiros foram justamente por conta do cansaço físico, enquanto o último parece que vai ter que se desdobrar pra voltar a jogar.

Após a partida, o técnico Fabiano Soares explicou que Gedoz ficou fora da lista de relacionados por opção, uma vez que não vem tendo um bom desempenho, sem vontade. O treinador ainda deu um recado, dizendo que o jogador, do jeito que está, apesar de ter qualidades, não é fundamental para o time.

“O Felipe foi por opção técnica. Eu gosto deste jogador, mas ele também tem que gostar dele. Ele é um excelente jogador, é diferenciado, mas não vejo ele como imprescindível para a equipe. Quando ele trocar o tipo da intensidade, vai entrar sempre, se não, vai ficar esperando fora”, afirmou o treinador.

Esta não é a primeira vez que Felipe Gedoz tem a atenção chamada por Soares. Apesar de ter entrado em campo nas últimas três partidas do Rubro-Negro, depois da vitória por 1×0 sobre o Vasco, na última segunda-feira (31), o comandante atleticano já havia falado da pouca intensidade do jogador, além do seu peso.

Confira a tabela completa do Brasileirão!

O peso, inclusive, já foi um motivo para que Gedoz fosse afastado anteriormente no clube, ainda sob o comando de Eduardo Baptista. Na época, ele ficou fora dos jogos e emagreceu cerca de 5kg em um mês, até voltar a treinar normalmente.