De azarão na disputa pela meta depois da saída de Weverton para o Palmeiras, ano passado, o goleiro Santos se tornou um dos principais jogadores do Atlético na temporada de 2018. O arqueiro, com apenas um gol sofrido até agora, é um dos menos vazados do Campeonato Brasileiro. Não apenas pelos números, mas pelas grandes defesas, pode-se dizer que o jogador é o principal destaque do Furacão até agora na competição nacional.

Os números de Santos são excelentes e provam que ele está sendo colocado à prova a todo instante no esquema montado pelo técnico Fernando Diniz. Ter a posse e tocar a bola no campo de defesa, às vezes, dá a chance real de gols para o adversário quando toma a bola. É aí, então, que o arqueiro rubro-negro começa a se sobressair com grandes defesas e verdadeiros milagres, garantindo, assim, a invencibilidade do time principal atleticano na temporada.

Nos empates recentes de 0x0 contra Grêmio e Bahia, ambos fora de casa, o goleiro fez novamente a diferença. Diante do tricolor baiano, por exemplo, o arqueiro fez pelo menos quatro grandes defesas, que ajudaram o Furacão a voltar para casa com um ponto importante na bagagem.

No clube desde 2008, Santos, dez anos depois, enfim começou a ter chances no time principal. No entanto, na virada do ano e com a saída de Weverton, o arqueiro não era a primeira opção de Fernando Diniz. Na sua frente estava Léo, que veio do Paraná Clube, no ano passado, mas que acabou se machucando no momento de revezamento na meta rubro-negra no início desta temporada.

O treinador, então, pediu a contratação do goleiro Felipe Alves, especialmente pela facilidade que tem para jogar com os pés e que encaixa bem no estilo de jogo que gosta de colocar em prática nos clubes que passa. Só que Santos não deu brecha. Começou o ano na equipe de aspirantes, mas conseguiu se firmar quando foi exigido na equipe principal e não saiu mais. Tanto que nem jogou o segundo turno do Paranaense.

O arqueiro foi decisivo também na caminhada do Atlético na Copa do Brasil. Além das atuações regulares, sempre com grandes e importantes defesas, Santos foi herói na classificação à quarta fase da Copa do Brasil no duelo diante do Ceará, no Castelão, quando defendeu uma cobrança na disputa de penalidades.

Confira a tabela e a classificação do Brasileirão!

Eficiente e decisivo debaixo do gol, Santos está aprimorando sua saída de bola com os pés. É uma exigência de Fernando Diniz e que o camisa 1 está provando que conseguiu melhorar. Parou, sobretudo, de dar sustos como já aconteceu em outras jornadas.

Não à toa, ele renovou recentemente seu contrato com o Atlético, que agora vai até outubro de 2020. Valorização justa para o jogador, que foi revelado no clube, soube esperar e agora virou titular absoluto da meta atleticana. Caminho curto para conseguir se tornar um dos grandes ídolos do Furacão.