O meia Lucho González tem se tornado peça fundamental do Atlético na disputa da Copa Libertadores da América. O camisa 3, assim como aconteceu diante do Deportivo Capiatá, fora de casa, e contra a Universidad Católica, na Arena da Baixada, sempre bem posicionado, marcou um gol logo no começo e, quarta (15) à noite, deu a vitória do Furacão por 1×0 diante do San Lorenzo, no estádio Nuevo Gasometro, em Buenos Aires.

Lucho González elogiou o espírito que o time atleticano encarou essa partida diante do San Lorenzo na Argentina. O meia argentino acredita que o Furacão, diante da equipe do Papa Francisco, recuperou os pontos perdidos em casa, semana passada, no empate em 2×2 diante da Universidad Católica, na Arena.

“A gente jogou com o espírito que tem que jogar essa competição. Entramos muito bem, fizemos o gol e controlamos o jogo. Temos que saber sofrer, Defendemos bem e acredito que recuperamos o ponto que perdemos dentro de casa”, ponderou Lucho González.

Desde que iniciou a carreira no Huracán, Lucho González sempre teve um bom retrospecto diante do San Lorenzo nas partidas realizadas no Nuevo Gasometro. O meia rubro-negro comemorou o gol marcado, mas sobretudo a vitória importante do Atlético, que coloca o Furacão na disputa por uma das vagas nas oitavas de final da Libertadores da América.

“Estou muito feliz, feliz pela vitória, sobretudo. O mais importante é que o time possa jogar bem para conseguir as vitórias”, emendou Lucho González, que perdeu pelo menos duas grandes chances de ampliar a vantagem diante do San Lorenzo. “Já estava cansado. A cabeça pensa uma coisa e a perna decide outra. Por sorte conseguimos a vitória. O time fez um grande jogo e os companheiros me salvaram”, encerrou o camisa 3 do Furacão.