O provável retorno do meia Raphael Veiga pro Palmeiras ao término do Brasileirão pode abrir espaço para um jogador do Atlético que está emprestado ao Botafogo. O clube carioca já acenou que não deve ficar com o também meia João Paulo, que está no Alvinegro deste abril deste ano. No clube carioca, o atleta disputou apenas oito jogos.

+ Leia mais: Seriedade e concentração marcam viagem do Furacão pro Rio

João Pedro, que também teve uma boa passagem no Paraná Clube, tem contrato com Furacão até o final de 2022 e aguarda o planejamento atleticano sobre seu futuro. Caso o técnico Tiago Nunes permaneça no comando em 2019, há boas chances de ele permanecer, já que com o treinador, ele foi campeão estadual nesta temporada.

+ Veja também: Furacão busca final de temporada inédito

Outras crias do Furacão que fizeram parte daquele elenco alternativo ganharam espaço com Nunes e conquistaram a titularidade no time principal. São os casos do zagueiro Léo Pereira, do volante Bruno Guimarães e do lateral Renan Lodi.

+ Mais na Tribuna: Por onde anda o time do Furacão semifinalista da Sul-Americana?

Com o Atlético envolvido, ainda, nas disputas do Brasileirão e da Sul-Americana, o empresário de João Pedro, Pablo Miranda, diz que ainda não existe uma definição. Porém, o agente não vê problemas do jogador retornar, mesmo que seja para disputar o Paranaense com o time alternativo.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!