Junior Barranquilla e Independiente Santa Fé decidem nesta quinta-feira (29), a partir das 22h45, quem será o adversário do Atlético na final da Copa Sul-Americana. O duelo será no estádio Metropolitano, em Barranquilla, casa do Junior, que tem uma boa vantagem para este confronto.

+ Leia também: Presidente do Furacão garante Tiago Nunes em 2019

No duelo de ida, em Bogotá, o Barranquilla venceu por 2×0. Com isso, pode perder por até um gol de diferença que mesmo assim estará na decisão. Para o adversário, será necessário ganhar por três gols ou por dois, desde que marque pelo menos três. Um novo 2×0 leva a decisão para os pênaltis.

Para chegar até aqui, o Junior Barranquilla veio da Libertadores. O clube ficou em terceiro em um grupo que tinha Boca Juniors, Palmeiras e Alianza Lima. Na Sul-Americana, passou por Lanus, Colón e Defensor y Justicia, todos da Argentina.

+ Mais na Tribuna: “Brincadeira”? Petraglia convoca sócios pra mudar símbolo do Atlético

O Santa Fé também caiu na fase de grupos da Libertadores, sendo eliminado por River Plate, Flamengo e Emelec. Na Sul-Americana, superou o Ramplas Juniors, do Uruguai, e Millonarios e Deportivo Cali, ambos da Colômbia.

O Barranquilla deve ir a campo com: Sebastián Viera; Piedrahita, Jeffersón Gómez, Rafael Pérez e Gabriel Fuentes; James Sánchez, Luis Narváez, Víctor Cantillo e Barreira; Luis Díaz e Teo Gutiérrez. Técnico: Julio Comesaña.

Já o Santa Fé vai jogar com: Miguel Sólis; Arboleda, Carlos Henao, Urrego e Balanta; Gordillo, Daniel Roa, Perlaza e Facundo Guichón; Arley Rodríguez e Wilson Morelo. Técnico: Guillermo Sanguinetti.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!