O confronto entre Atlético e San Lorenzo, marcado para esta quarta-feira (3), às 21h, na Arena da Baixada, pela quinta rodada da fase de grupos da Libertadores, marcará mais um encontro do meia Lucho Gonzalez contra um dos seus maiores adversários. O experiente jogador de 35 anos foi revelado pelo Huracán, maior rival do ‘time do Papa’, e admite que tem um sabor diferente esta partida, tanto para ele, quanto para o Furacão.

“Enfrentar um time argentino é sempre especial para um argentino. Ainda mais para mim, porque o San Lorenzo era meu time rival quando joguei no Huracán. Sabemos da importância do jogo. Estamos na frente e conseguindo um bom resultado asseguramos a classificação”, disse o atleta, que, inclusive, marcou o gol da vitória do Rubro-Negro por 1×0 no duelo das duas equipes na Argentina.

Sobre aquele confronto no El Cilindro, Lucho não vê muita relação com a partida da Arena, uma vez que, na ocasião, as duas equipes estavam com menos ritmo – o Atlético só havia jogado cinco jogos no ano, enquanto os argentinos vinham de uma paralisação no campeonato nacional e fazia apenas a quarta partida em 207 -. Além disso, o meia reforçou que a necessidade do San Lorenzo vencer para se classificar equilibra ainda mais o duelo.

“O jogo lá foi difícil, mesmo sem esta preparação que tem hoje. Então, esperamos um jogo ainda mais difícil do que na Argentina. As chances de classificação voltaram para eles e vão querer aproveitar isto”, completou.