A atuação do Atlético contra o Paraná não foi das melhores e, apesar da classificação para a final do Campeonato Paranaense, o técnico Paulo Autuori saiu de campo com diversas lições que deverão ser usadas pelo Furacão para os dois jogos decisivos do Estadual contra o Coritiba. O comandante atleticano ressaltou que a desorganização do time após tomar o primeiro gol é algo que precisa ser corrigido para a sequência da competição e da temporada.

“A lição que fica é com relação com a maneira que o time se desorganizou depois de tomar o primeiro gol. Foi algo que não tinha visto ainda, essa desorganização da defesa pós gol do adversário. Mas, em contrapartida, quando perdemos o Otávio expulso, a equipe jogou de forma inteligente, com organização defensiva e atuou de forma muito solidária. Essa atitude foi importante”, apontou o treinador.

Diferentemente do que aconteceu nas últimas semanas, quando o Atlético enfrentou uma maratona de jogos pela Copa do Brasil, Campeonato Paranaense e Primeira Liga, Paulo Autuori terá, para os dois jogos decisivos contra o Coritiba, pelo Estadual, a semana cheia para trabalhar. Tempo para trabalhar as mudanças na equipe.

Para o primeiro duelo contra o Coritiba, domingo, na Arena da Baixada, o técnico atleticano terá, por um lado, a volta do lateral-direito Eduardo, que cumpriu suspensão contra o Paraná Clube. Por outro, não poderá contar com o atacante André Lima, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, com o volante Otávio, expulso, e possivelmente com o meia Vinicius, que sofreu uma entorse no joelho direito no início do clássico.