Desde o início da Taça Caio Júnior, o atacante Marcinho vem tendo chances de atuar pelo elenco de aspirantes do Atlético. Apesar de ainda não ter balançado as redes, o jogador está fazendo boas atuações, chamando a atenção do técnico da equipe principal Fernando Diniz, que o relacionou para ficar no banco no último jogo do time na Copa do Brasil, contra o Ceará, em Fortaleza.

Como teve a oportunidade de treinar nos dois elencos, Marcinho acredita que seja fundamental assimilar os ensinamentos dos comandantes, que têm semelhanças e diferenças importantes.

‘É diferente, mas ao mesmo tempo tem coisas que se parecem que é a gente ficar bastante com a bola, sair sempre jogando com o goleiro bastante, com o Diniz isso é parecido. Mas a gente tem que estar com isso na cabeça de estar lá e estar aqui e estar mudando sempre. É uma coisa que agente tem que ser inteligente para poder absorver dos dois lados‘, explicou.

Disposição

Emprestado do São Bernardo até o final do ano, o jogador, que atuou em 2018 pelo São Paulo, estreou com a camisa do Rubro-Negro no último dia 5, contra o União. Como só começou a jogar no returno, Marcinho está com ‘fome de bola‘ e quer engatar uma sequência de jogos. Porém, como o técnico Tiago Nunes pode testar novos jogadores nessa última rodada da Taça Caio Júnior, contra o Toledo, Marcinho confia na escolha do treinador.

‘Todo mundo quer jogar, ninguém vai querer ficar de fora, mas é opção do Tiago (Nunes), o que ele falar a gente vai absorver e quem entrar vai dar conta do recado. Estamos invictos com outros meninos que estava jogando, então tenho certeza de que se eles entrarem vão jogar bem e vamos sair com a vitória também‘, comentou.

Apesar de já classificado para a semifinal da competição, o Furacão vai para o último compromisso do returno com o objetivo de vencer. ‘Tem que buscar fazer o gol lá para jogar com mais tranquilidade e sair com essa classificação em primeiro lugar‘, finalizou.