O novo homem-forte do Atlético pode chegar da Bahia. O Furacão deve confirmar ainda nesta semana a contratação de Paulo Carneiro como novo diretor de futebol. Ex-presidente do Vitória, ele é amigo pessoal do presidente atleticano Mário Celso Petraglia e chega com a missão de apaziguar os ânimos no CT do Caju.

A chegada de Carneiro acontece em um momento delicado para o Atlético. Na nona colocação do Campeonato Paranaense, com apenas oito pontos conquistados em 21 possíveis, o time vem de dois tropeços seguidos com o time principal. A presença da equipe titular, aliás, foi antecipada em um mês.

Internamente a troca de times no Estadual (do sub-23 para o principal) foi uma necessidade e não aconteceu conforme planejamento. O clima entre alguns dos jogadores das duas equipes, em especial entre os mais novos, não é dos melhores e Carneiro chega para tentar apaziguar os ânimos.

O cargo estava vago desde a saída de Antônio Lopes, em 20 de junho do ano passado. As funções de diretor de futebol vinham sendo acumuladas pelo vice-presidente Márcio Lara.
Carneiro e Petraglia estreitaram relações no início da década de 2000, quando se uniram para pleitear uma melhor distribuição nas verbas de televisão.

Paulo Carneiro foi diretor, vice e presidente do Vitória, comandando o time por 16 anos, a partir de 1991. Na década seguinte, passou ainda por clubes como o Fluminense de Feira de Santana, Volta Redonda e foi diretor de futebol do Bahia, principal rival do Vitória.