Os volantes Otávio e Hernani, eficientes peças do time comandado pelo técnico Milton Mendes, têm muito mais em comum do que o torcedor do Atlético pode pensar. Além de serem revelados nas categorias de base do clube, os dois atletas de 21 anos subiram juntos ao time profissional e, juntos, fizeram a torcida esquecer rapidamente dos volantes Deivid e Jádson, que seriam, na teoria, os titulares no Brasileirão.

Enquanto Otávio é um dos maiores ‘ladrões de bola’ do Brasileiro e é hoje peça fundamental no setor de marcação, Hernani é o principal distribuidor das jogadas e faz com que a bola saia da defesa e chegue com qualidade no setor de criação. Mais do que isso, Hernani, autor do gol da vitória sobre a Chapecoense, também chega bem à frente em chutes de média e longa distância.

Com a participação em 25 jogos neste ano, sendo 20 como titular, Hernani chegou ao seu terceiro gol na temporada e garantiu que está sendo o ano da sua afirmação. “No ano passado joguei o segundo turno do Brasileirão e neste ano já atuei em 25 jogos e 20 como titular. É uma ótima sequência porque o jogador tem que estar sempre buscando e querendo. Estou muito feliz. Está sendo o ano da minha firmação, estou tendo as oportunidades e estou procurando aproveitar ao máximo”, disse o camisa 8.

Hernani e Otávio formaram o setor de contensão do Atlético em onze das 14 partidas até agora no Brasileiro. Quando a dupla está em campo, o desempenho do time melhora. Nos onze jogos da dupla, foram seis vitórias, um empate e quatro derrotas, totalizando 57% de aproveitamento. No geral, o rendimento no Brasileirão até agora é de 52%.

Somente nas duas primeiras rodadas é que pelo menos um deles não esteve em campo. Nas duas oportunidades, a dupla de volantes foi formada pelos experientes Deivid e Jádson, que veio do futebol italiano, mas não se firmou.

Dupla bem afinada

Sem atuar desde a segunda rodada do Brasileirão, o volante Deivid, com uma lesão na coxa, voltou a treinar, mas não tem sido relacionado pelo técnico Milton Mendes. Titular absoluto, o jogador se manifestou no mês passado através de uma rede social e afirmou que o momento que está passando é de provação.
“A vida é como uma roda, as provações vêm e também passam e tornam a vir outras, dias bons e também os dias ruins, e para quem sabe administrar serve como lições, é difícil. É, não tenho dúvida cada um tem a sua prova e só sabe quem passa por ela, e direcionando para a minha sei que irá passar com muita fé em Deus e perseverança, acreditando que dias melhores virão e que Deus tem algo grande reservado para mim”, disse o texto publicado pelo volante.