Barranquilla (Colômbia) – Depois de ficar oito jogos sem balançar as redes, o atacante Pablo fez o gol do empate em 1×1 do Atlético diante do Junior Barranquilla, na noite de quarta-feira, no estádio Roberto Meléndez, na Colômbia, no primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana. Dias depois de ficar sabendo de um possível interesse do Flamengo, o camisa 5 do Furacão garantiu que não chegou nada até ele e que o foco é total em fazer história com a camisa do atleticana.

“Com a internet, hoje em dia, não tem como não saber. Estou sabendo pela internet. Não é algo que me preocupo, que perco o sono. É normal se está em um bom momento os clubes te procurarem. Mas a mim não chegou nada. Fiquei sabendo pela imprensa. Estou focado em fazer história com o Atlético, em ser campeão. Focado no jogo, no jogo da volta, em me recuperar e estar disponível para o Tiago (Nunes, técnico)”, esclareceu ele.

Com 17 gols na temporada e ocupando o posto de artilheiro do Rubro-Negro na temporada, Pablo não estava preocupado com a seca de oito jogos sem marcar. O centroavante, na verdade, assim como todo o elenco atleticano, mantém a obsessão pela conquista do título da Copa Sul-Americana.

+ Mais na Tribuna: De salgadinhos a pratos completos. O que se come nos estádios da Colômbia?

“Sou atacante e tenho que fazer gol. Mas se eu não fizer e nosso time vencer com gol de outro e eu puder ajudar de outra forma, marcando, dando passe, estou muito satisfeito. O time tem que ser campeão, não importante quem fizer o gol. Todos têm condições de fazer, tem uma qualidade imensa. O foco é sempre o time, não só um jogador. O time é que vale”, prosseguiu o atacante, que atuou no sacrifício por conta de dores na panturrilha.

+ Vai e vem: Confira TODAS as notícias sobre o mercado da bola!

“Tem algo que os médicos falam que quando alguma dor está te impossibilitando, que se fosse final você jogaria. Isso aconteceu. É final, um jogo importantíssimo. A equipe de fisioterapia, os médicos estão de parabéns. Me colocaram em campo e com condições de jogo. O Tiago acreditou nisso, estou feliz pelo nosso resultado. Não era o que a gente queria, mas feliz pelo empenho e pelo o que entregamos no jogo”, finalizou.

No entanto, no desembarque em Curitiba, na manhã de quinta-feira (6), Pablo chegou mancando e passará por exames nos próximos dias para saber se terá condições de jogar a grande final, no dia 12, na Arena da Baixada.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!